#competições #profissional #atletas #eventos #notícias 
Santa Catarina - Brasil

Adriano de Souza confirma participação no FECASURF apresenta Costão Pro

João Carvalho

O evento vai decidir nos dias 11 a 13 de março os títulos estaduais profissionais de 2021 já valendo pontos para os rankings Catarinense e Brasileiro de 2022

O campeão mundial Adriano de Souza, o Mineirinho, é uma das estrelas que já confirmaram participação no Federação Catarinense de Surf apresenta Costão Pro 2022 nos dias 11 a 13 de março na Praia do Santinho, em Florianópolis. O evento vai definir o campeão e a campeã profissional estadual de 2021 e já valerá como a primeira das cinco etapas programadas para o Circuito Catarinense de Surf Profissional de 2022. Além disso, o resultado também vai marcar pontos para o ranking nacional da Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP).

A grande novidade é a inclusão da categoria feminina pela primeira vez esse ano, com todas as cinco etapas oferecendo 30.000 Reais de premiação em dinheiro, sendo 20.000 para os homens e 10.000 para as mulheres. O presidente da FECASURF, Renato Melo, acompanha a evolução do nível técnico das meninas que competem no Circuito Catarinense Amador e seu objetivo era oferecer mais oportunidades para elas poderem desenvolver suas carreiras, disputando premiações em dinheiro como surfistas profissionais.

As inscrições seguem abertas com vagas nas duas categorias. A lista da feminina já tem alguns nomes de destaque, como a experiente Susã Leal, a bicampeã sul-americana Pro Junior da WSL Latin America, Tainá Hinckel, a vencedora do LayBack Pro, etapa do WSL Qualifying Series que aconteceu em novembro do ano passado na Praia Mole, Laura Raupp, a campeã catarinense amadora de 2021, Yasmin Dias, entre outras. Até duas surfistas do Peru, Arena Rodriguez Vargas e Kalea Gervasi, já estão inscritas no FECASURF apresenta Costão Pro.

Entre os homens, o principal nome é o do campeão mundial Adriano de Souza, o Mineirinho, que mora em Florianópolis há muitos anos. Além dele, mais seis ex-tops da elite mundial da World Surf League, também já confirmaram participação na decisão dos títulos catarinenses de 2021 na Praia do Santinho, os catarinenses Willian Cardoso e Marco Polo, o paulista Alex Ribeiro, o cearense Michael Rodrigues, o pernambucano Paulo Moura e o paranaense Jihad Khodr. Devido à pandemia, o último Circuito Catarinense Profissional foi realizado em 2019, com Luan Wood se sagrando o campeão. Ele também vai competir no Costão Pro 2022.

“A FECASURF está mandando superbem! Já faz o Circuito Profissional há muitos anos e agora eu tenho a possibilidade de participar do circuito inteiro. Como estou mais no Brasil, fico mais em casa, vai ser uma baita oportunidade para viajar pelo estado, competindo e conhecendo outros lugares que eu nunca fui aqui em Santa Catarina”, disse o campeão mundial de 2015, Adriano de Souza. Por morar há muitos anos no estado, ele pode até colecionar mais um título, o de campeão catarinense de 2021, se vencer o FECASURF apresenta Costão Pro.

“Sinceramente, não penso em conseguir mais títulos”, confessou Mineirinho. “Minha carreira como atleta foi feita e ela terminou em 2021. Estou indo competir mais pelo fato de vestir a lycra novamente, viver essa experiência, o nervosismo, mas sem ambição nenhuma de vencer o campeonato. Não tenho nenhuma projeção de ser o campeão. Estou indo só pela alegria mesmo, pelo prazer de vestir a lycra e pegar boas ondas só com três pessoas no mar. E, que eu me lembre, nunca competi no Santinho, então vai ser muito legal para mim”.

As inscrições para o FECASURF apresenta Costão Pro 2022 seguem abertas e ainda tem vagas para completar o limite máximo de participantes nas duas categorias. Cerca de 80 surfistas de vários estados do Brasil e até da Argentina e do Peru, já estão nas listas do masculino e feminino. O valor da inscrição é de 200 Reais e devem ser efetuadas via depósito bancário na conta da Federação Catarinense de Surf no Banco do Brasil-001, agência 5201-9 e conta corrente número 844.759-4, ou através do PIX para o CNPJ 80.151.459/0001-25 registrando apenas os números. Para a inscrição ser confirmada, é necessário ainda enviar o comprovante de pagamento com o nome do atleta inscrito para o e-mail fecasurf@fecasurf.com.br.

A FECASURF apresenta Costão Pro 2022 definirá os campeões estaduais profissionais de 2021 e já marcará pontos para os rankings catarinense e brasileiro da ABRASP de 2022. O evento será realizado nos 11 a 13 de março com patrocínio do Costão do Santinho Resort e apoio da Prefeitura de Florianópolis, através da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, da Fundação Municipal de Esportes, da Silverbay e da Surfist, além da ABRASP (Associação Brasileira de Surf Profissional) e ASIS (Associação de Surf Ingleses e Santinho).

42 ANOS DE HISTÓRIA – O Circuito Catarinense Profissional é um dos mais antigos do Brasil, definindo os campeões estaduais desde 1980, antes mesmo do Circuito Brasileiro Profissional ser iniciado em 1987. O primeiro campeão foi Roberto Lima e logo David Husadel conquistou um tricampeonato em 1982, 83, 84, que ninguém conseguiu igualar até hoje. Oito surfistas ganharam dois títulos, Ivan Junkes em 1987 e 89, Guga Arruda em 1995 e 99, James Santos em 96 e 2000, Fabio Carvalho em 93 e 2001, Diego Rosa em 2004 e 2006, Marco Polo em 2007 e 2008, Tomas Hermes em 2010 e 2013 e Caetano Vargas em 2016 e 2017.

CAMPEÕES CATARINENSES PROFISSIONAIS DA FECASURF: desde 1980

2020: Ian Gouveia (PE) em 1 etapa virtual pela internet

2019: Luan Wood (SC)

2018: Uriel Sposaro (SC)

2017: Caetano Vargas (PR) bicampeão

2016: Caetano Vargas (PR)

2015: André Moi (SC)

2014: Marco Giorgi (URU)

2013: Tomas Hermes (SC) bicampeão

2012: Yuri Gonçalves (SC)

2011: Tiago Bianchini (SC)

2010: Tomas Hermes (SC)

2009: Tânio Barreto (AL)

2008: Marco Polo (SC) bicampeão

2007: Marco Polo (SC)

2006: Diego Rosa (SC) bicampeão

2005: Jean da Silva (SC)

2004: Diego Rosa (SC)

2003: Raphael Becker (SC)

2002: Neco Padaratz (SC)

2001: Fabio Carvalho (SC) bicampeão

2000: James Santos (SC) bicampeão

1999: Guga Arruda (SC) bicampeão

1998: Teco Padaratz (SC)

1997: Luli Pereira (SC)

1996: James Santos (SC)

1995: Guga Arruda (SC)

1994: Junior Maciel (SC)

1993: Fabio Carvalho (SC)

1992: Carlos Santos (SC)

1991: não houve circuito

1990: Saulo Lyra (SC)

1989: Ivan Junkes (SC) bicampeão

1988: Icaro Cavalheiro (SC)

1987: Ivan Junkes (SC)

1986: Luiz Neguinho (SC)

1985: Waldemar “Bilo” Wetter (SC)

1984: David Husadel (SC) tricampeão

1983: David Husadel (SC) bicampeão

1982: David Husadel (SC)

1981: Picuruta Salazar (SP)

1980: Roberto Lima (SC)

Galerias | Mais Galerias