#eventos #competições #nova geração #junior #educação #escola #notícias #atletas 
Santos - São Paulo - Brasil

Adélia Camargo Corrêa fatura o seu 16º título no 25º A Tribuna de Surf Colegial

FMA Notícias

Circuito teve a final neste feriado, em Santos, reunindo talentos da nova geração.

Pela 16ª vez, o Colégio Adélia Camargo Corrêa, de Guarujá, faturou o título por equipes do Circuito A Tribuna de Surf Colegial. A finalíssima da 25ª edição foi realizada neste feriado (15), na Praia do José Menino, junto ao conhecido pico do surf brasileiro Quebra-Mar, em Santos, reunindo vários talentos da nova geração. A competição deveria ter sido realizada em janeiro, mas foi adiada devido à pandemia do Covid-19 e nova data escolhida foi acertada com sol, ondas e praia cheia.

No individual, duas vitórias nas ondas valeram os títulos gerais, com Vini Palma, do COC Novo Mundo – Praia Grande, na categoria iniciante (sub14), e Daniel Duarte, do Colégio Viver Aprendendo, de Bertioga, na mirim (sub16). Já na feminina (sub18), Carol Bastides, de apenas 11 e representando o Adélia, venceu na última onda, deixando em segundo lugar Maria Beatriz Maria Nogueira, do Colégio COC Novo Mundo, de Praia Grande, que ficou com o título do Circuito.

Na júnior (sub18), Kaio Garcia, da EE Pastor Jaconias Leite da Silva, de Guarujá, venceu no segundos finais, depois de ter levada uma virada de George Alves, Colégio Vértex, Santos. Apesar de ficar em segundo lugar, o talento local comemorou a conquista geral da categoria. Os quatro vencedores da etapa ganharam pranchas Silver, sendo que os finalistas de todas as categorias levaram troféus e kits da Surf Trunk.

Na primeira final, mesmo com a melhor nota da bateria, John Muller, do Adélia, não conseguiu superar Vini, que teve mais regularidade. Com apenas 10 anos, o novo campeão revelou que se inspirou no pai, Johny para vencer. “Esse título representa muito para mim, porque o meu pai competiu nesse circuito e sempre falava da importância de ganhar, por ser um dos melhores campeonatos para a nova geração”, contou o atleta.

Na mirim, Daniel Duarte, que tem no currículo o vice brasileiro iniciante, garantiu a maior nota da disputa, 6,43, para assegurar a vitória e o título. “Consegui achar uma valinha e deu tudo certo. Para quem está começando, esse título representa muito e me anima a seguir querendo mais”, falou o novo campeão do A Tribuna. “Foi muito irado, bateria difícil, com meus amigos”, acrescentou o atleta, que garante ser um ótimo aluno e quer seguir no surf. “Tenho quase certeza de que minha vida inteira eu quero surfar”.

Entre as meninas, Maria Beatriz saiu na frente, mas Carol garantiu a maior nota e levou a conquista. “Estou muito feliz, pela minha família, que acredita muito em mim e pelo Adélia, onde tenho estudo tão bom. Agora estou pensando nas olimpíadas em Paris. Em 2024 estarei com 13 anos, e quero ir bem na WSL”, contou a surfista. Para a campeã geral, o título foi consequência de muito empenho. “Trabalhei muito para isso. Esse é um grande campeonato”, disse Maria Beatriz.

Na última final do evento, o resultado foi definido nos segundos finais. Kaio vencia a disputa, quando George passou na frente, mas na sequência o surfista de Guarujá garantiu uma nova virada. “Estou muito feliz em ter vencido. É um campeonato tradicional. Tantos novos já venceram aqui, fizeram história e agora estou nessa lista. Só tenho de agradecer”, festejou o vencedor.

Apesar do segundo lugar na etapa, George saiu do mar comemorando o título geral e por “ter vendido caro” a vitória da etapa. “Foi quase. Queria vencer também essa etapa, mas ganhei o ranking. Meu objetivo era ser campeão e valeu muito comemorar no quintal de casa. Foi irado”, destacou.

Para o organizador do evento, Mad William, o Circuito foi encerrado da melhor forma possível. “Tivemos o adiamento, mas ficamos satisfeitos em ver os resultados, poder ver os novos talentos voltando à ativa e alguns surgindo”, comemorou.

O secretário de esportes de Santos, Gelásio Ayres Fernandes Jr, lembrou a antiga relação da Cidade com o surf. Foi em Santos que se teve registro dos primeiros surfistas no Brasil, ainda na década de 1940, e ele enalteceu a tradição do A Tribuna Colegial em revelar grandes nomes em um quarto de século de competições. “Quanta história. Em 25 anos revelou tantos talentos conhecidos e mostra que realmente Santos é muito importante para o surf”, argumentou o secretário.

Além dele, prestigiaram o evento o vereador Rui de Rosis e o presidente da Fundação Pro-Esporte, Christian Martins Pereira. “O campeonato fechou com chave de ouro. A molecadinha deu um show e gostaria de agradecer a todos, principalmente o Grupo Tribuna, com esse evento que incentiva as crianças a estarem na escola, e a Prefeitura com o Promifae. Se não fosse esse projeto, não teríamos tantos eventos e atletas patrocinados”, ressaltou Picuruta, que ajudou na organização do Circuito.

PESQUISA – Junto às disputas, o evento contou com uma pesquisa científica conduzida pela UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo). Intitulado “A influência da potência muscular, da composição corporal e da maturação biológica no rendimento de jovens atletas de surfe”, o estudo tem o objetivo de identificar se a potência muscular, a composição corporal ou a maturação biológica podem influenciar no rendimento esportivo medido pelo resultado da 2ª etapa do circuito. A coordenação foi do professor Pedro Souza, do Centro de Treinamento Municipal Santos de Surf.

Foram feitas avaliações para determinação dos dados antropométricos (medidas corporais como altura, peso e composição corporal (quantidade de gordura e músculos no corpo determinados por um equipamento portátil, similar a uma balança, chamado bioimpedância). E também realizados testes com a finalidade de avaliar potência muscular das pernas (por meio de saltos sobre uma plataforma similar a um tapete) e da potência muscular dos braços (por arremesso de uma bola de medicineball de 3 kg).

O 25º A Tribuna de Surf Colegial teve o patrocínio master de Blue Med Saúde, com patrocínio de DP World Santos. Apoio: Silver Surf. Organização: Associação Sócio Educativa de Esporte e Lazer (ASEEL), Promifae - Prefeitura de Santos.

RESULTADOS DA 2ª ETAPA

CATEGORIA JÚNIOR (ATÉ 18 ANOS)

1 Kaio Garcia – EE Pastor Jaconias Leite da Silva - Guarujá

2 George Alves – Colégio Vértex - Santos

3 Pedro Muller – Colégio Adélia Camargo Corrêa - Guarujá

4 Derek Rodrigues – EE Willian Aureli - Bertioga

CATEGORIA FEMININA (ATÉ 18 ANOS)

1 Carol Bastides – Colégio Adélia Camargo Corrêa - Guarujá

2 Maria Beatriz Nogueira – Colégio COC Novo Mundo – Praia Grande

3 Gabi Vaccari – Objetivo – Santos

4 Gabi Muntaner – Objetivo Peruíbe - Peruíbe

CATEGORIA MIRIM (ATÉ 16 ANOS)

1 Daniel Duarte – Colégio Viver Aprendendo - Bertioga

2 Chandler Ribeiro – EE Walkir Vergani – São Sebastião

3 Hugo Amparo – EE Maria Aparecida Pinto de Abreu Magno – Bertioga

4 Noa Danucalov – Colégio Vértex - Santos

CATEGORIA INICIANTE (ATÉ 14 ANOS)

1 Vini Palma – COC Novo Mundo – Praia Grande

2 John Muller – Colégio Adélia Camargo Corrêa - Guarujá

3 Caio Okamoto – Objetivo Bertioga - Bertioga

4 João Artur – Colégio Santa Cecília – São Vicente

ESCOLAS

1 Colégio Adélia Camargo Corrêa – Guarujá

RANKING FINAL - APÓS 2 ETAPAS

CATEGORIA JÚNIOR (ATÉ 18 ANOS)

1 George Alves – Colégio Vértex – Santos – 1.900 - campeão

2 Derek Rodrigues – EE Willian Aureli – Bertioga – 1.539

2 Pedro Muller – Colégio Adélia Camargo Corrêa – Guarujá – 1.539

4 Kaio Garcia – EE Pastor Jaconias Leite da Silva – Guarujá - 1.430

CATEGORIA FEMININA (ATÉ 18 ANOS)

1 Maria Beatriz Nogueira – Colégio COC Novo Mundo – Praia Grande – 1.629 - campeã

2 Carol Bastides – Colégio Adélia Camargo Corrêa – Guarujá – 1.531

3 Giovanna Donato – Objetivo São Sebastião – São Sebastião – 1.341

4 Gabi Muntaner – Objetivo Peruíbe – Peruíbe – 1.260

CATEGORIA MIRIM (ATÉ 16 ANOS)

1 Daniel Duarte – Colégio Viver Aprendendo – Bertioga – 1.900 - campeão

2 Chandler Ribeiro – EE Walkir Vergani – São Sebastião – 1.629

3 Noa Danucalov – Colégio Vértex – Santos – 1.539

4 Tierres Alves – EE Prof. Aracy da Silva Freitas – Mongaguá 1.531

CATEGORIA INICIANTE (ATÉ 14 ANOS)

1 Vini Palma – COC Novo Mundo – Praia Grande – 1.810 - campeão

2 Davi Jihad – EE Pastor Jaconias Leite da Silva – Guarujá – 1.729

3 João Artur – Colégio Santa Cecília – São Vicente – 1.629

4 John Muller – Colégio Adélia Camargo Corrêa – 1.556

ESCOLAS

1 Colégio Adélia Camargo Corrêa – Guarujá – campeão pela 16ª vez

Comentários

Galerias | Mais Galerias