#wct #competições 

6 brasileiros estão se classificando provisoriamente para o WCT 2014

Cristiano Rigo Dalcin

A vitória do catarinense Tomas Hermes no SATA Airlines Azores Pro foi a segunda seguida de um brasileiro de Santa Catarina no ASP World Prime. Antes de Portugal, Alejo Muniz venceu um dos eventos mais tradicionais do Circuito Mundial, o US Open

Restam três etapas do ASP Prime para fechar o ranking de acesso para o WCT 2014. A próxima é ainda em Portugal, o Cascais Pro de 21 a 27 de outubro na Praia de Carcavelos. E as duas últimas são as que abrem a Tríplice Coroa Havaiana, o Reef Hawaiian Pro nos dias 12 a 23 de novembro no Alli Beach Park de Haleiwa e a Vans World Cup do dia 24 a 6 de dezembro em Sunset Beach.

No momento, seis brasileiros estão se classificando para o WCT do ano que vem. Os paulistas Adriano de Souza, 26 anos, Filipe Toledo, 18, e Gabriel Medina, 19, entre os 22 primeiros do ranking principal que são mantidos na divisão de elite do ASP World Tour. O catarinense Alejo Muniz, 23, está garantindo sua permanência pelo ASP World Ranking, com o potiguar Jadson André, 23, e outro catarinense, Willian Cardoso, 27, também fazendo parte do G-10 como duas novidades do Brasil para 2014, nas vagas do paulista Miguel Pupo, 21, e Raoni Monteiro, 31, que não aparecem em nenhuma das duas listas classificatórias depois da etapa do ASP Prime em Portugal.

G-10 DO ASP WORLD RANKING PARA OS TOP-34 DO WCT – 28 etapas – 6 do WCT, 5 Prime e 17 do ASP Star:

1º: Jordy Smith (AFR) – 25.720 pontos e Top-4 do WCT 2013

2º: Julian Wilson (AUS) – 25.605 e Top-11 do WCT

3º: Adriano de Souza (BRA) – 23.163 – Top-8

4º: Adrian Buchan (AUS) – 22.075 – Top-10

5º: Joel Parkinson (AUS) – 21.880 – Top-3

6º: Josh Kerr (AUS) – 21.315 – Top-7

7º: Kelly Slater (EUA) – 21.300 – líder do WCT

8º: Kolohe Andino (EUA) – 19.525 e 1º do G-10

9º: Nat Young (EUA) – 18.906 – Top-6 do WCT

10º: Michel Bourez (TAH) – 17.820 – Top-12

11º: Filipe Toledo (BRA) – 17.470 – Top-17

12º: C. J. Hobgood (EUA) – 16.997 – Top-9

13º: Alejo Muniz (BRA) – 16.210 e 2º do G-10

14º: Sebastian Zietz (HAV) – 15.034 – Top-16

15º: Mick Fanning (AUS) – 14.816 – Top-2

16º: Mitch Crews (AUS) – 14.330 e 3º do G-10

17º: John John Florence (HAV) – 13.700 – Top-14

18º: Kai Otton (AUS) – 12.840 – Top-13

19º: Fredrick Patacchia (HAV) – 12.380 – Top-19

20º: Aritz Aranburu (ESP) – 12.230 e 4º do G-10

21º: Taj Burrow (AUS) – 12.080 e Top-5

22º: Adam Melling (AUS) – 12.030 e 5º do G-10

23º: Jadson André (BRA) – 11.470 e 6º do G-10

24º: Gabriel Medina (BRA) – 11.125 – Top-18

25º: Mitchel Coleborn (AUS) – 11.060 e 7º do G-10

26º: Jeremy Flores (FRA) – 11.050 – Top-15

27º: Marc Lacomare (FRA) – 10.945 e 8º do G-10

28º: Willian Cardoso (BRA) – 10.835 e 9º do G-10

29º: Bede Durbidge (AUS) – 10.391 – Top-20

30º: Dion Atkinson (AUS) – 10.200 e 10º do G-10

Sul-americanos até 100º lugar:

31º: Raoni Monteiro (BRA) – 9.575 pontos

34º: Tomas Hermes (BRA) – 8.540

39º: Peterson Crisanto (BRA) – 7.675

46º: Wiggolly Dantas (BRA) – 6.415

47º: David do Carmo (BRA) – 6.180

56º: Jessé Mendes (BRA) – 5.308

58º: Miguel Pupo (BRA) – 5.210

68º: Krystian Kymerson (BRA) – 4.437

70º: Marco Fernandez (BRA) – 4.405

77º: Jean da Silva (BRA) – 3.990

84º: Hizunomê Bettero (BRA) – 3.716

85º: Alex Ribeiro (BRA) – 3.678

87º: Messias Felix (BRA) – 3.630

88º: Heitor Alves (BRA) – 3.578

91º: Gabriel Villarán (PER) – 3.420

92º: Santiago Muniz (ARG) – 3.409

93º: Simão Romão (BRA) – 3.404

101º: Bernardo Pigmeu (BRA) – 3.100

Galerias | Mais Galerias