#ecologia #estudos 
Reino Unido

"Patos" movidos pelas ondas poderão dessalinizar a água do mar

Tom Simonite

As ondas oceânicas podem fornecer um meio eficiente de dessalinizar a água do mar, afirmam pesquisadores do Reino Unido.

Enquanto usinas convencionais de purificação têm grande exigência de energia, o movimento de balanço de bóias flutuantes poderia ser usado para guiar um sistema de bombas para dessalinzação.

Stephen Salter na Universidade de Edinburgh, Reino Unido, primeiro projetaram um artifício para gerar eletricidade das ondas em 1970. Foi chamado de o 'Pato de Edinburgh' porque os cilindros flutuantes assemelharam-se a um bico, enquanto do outro, move-se para cima e para baixo com o movimento das ondas.

Salter e os colegas agora trabalham numa versão que purifica a água do mar bombeando com o seu movimento de balanço. Isto evitaria as exigências altas de energia de usinas convencionais de dessalinização, e poderia ser instalado em países áridos com acesso a água do mar, tal como Austrália e Israel.

"Visitei a Índia logo depois que tinham perdido duas monções e água tornou-se uma preocupação," Salter contou. "Pensei que usando a energia das ondas para dessalinização seria uma boa idéia."

O "Pato dessalinizador converte a energia de onda em mudanças de pressão que ajuda a coleta de água pura como vapor de água do mar. Por abaixar pressão de ar, o sistema pode tirar vapor de água em temperaturas mais baixas.

Os modelos de escala atualmente estão sendo testados em tanques de onda. As versões finais terão ao redor de 10 metros em diâmetro e 20 metros de comprimento. "Uma unidade deve ser capaz de produzir ao redor de 2000 metros cúbicos por dia," diz Salter. "Isso é suficiente para fornecer água para mais de 20.000 pessoas."

Sistemas de dessalinização, acionados por eletricidade, atualmente estão sendo usados em partes remotas da áfrica e do Oriente Médio. Hilal Nidal, que pesquisa as tecnologias limpas de água na Universidade de Nottingham, Reino Unido, diz: "Eu não penso que uma versão de dessalinizador movido a ondas pode competir com usinas estabelecidas de dessalinização que pode ter ordens de magnitude maior."

Estas plantas guiam água por membranas que filtram o sal, mas sua eficiência é limitada porque podem entupir. Nidal e colegas pesquisam meios de resolver este problema usando nanotecnologia. "Já o custo de água potável está ao redor de 40 centavos de EUA por metro cúbico," diz. "As membranas da próxima geração devem abaixar ainda mais os custos."

Galerias | Mais Galerias