Peruíbe - São Paulo - Brasil

Ihgor Sant’Ana garante melhor atuação na abertura do Pro Júnior em Peruíbe

Redação Surfguru

A elite brasileira sub20 está reunida em Peruíbe para o início das disputas pelo novo título brasileiro pro júnior de surf.

O ‘Nossolar Construtora apresenta Backfish Pro Júnior 16’ começou neste sábado (15), confirmando o que seria óbvio diante da força que o surf verde e amarelo vem demonstrando. Muita qualidade técnica! Nomes que futuramente devem chegar ao degrau mais alto da carreira, no CT, disputam a vitória no evento, que termina neste domingo, com a final por volta das 14h30 e transmissão ao vivo pela internet, no site http://backfish.projuniordesurf.com.br/.

Exemplos como Weslley Dantas, novo campeão mundial júnior da ISA e líder do ranking sul-americano pro júnior, Samuel Pupo, Mateus Herdy e Victor Bernardo, defendendo o título brasileiro, estão na lista. Mas neste sábado, o dono da melhor atuação foi Ihgor Sant’Ana, com a maior nota do dia, um 9,25, para garantir 16,75 pontos de 20 possíveis.

Aos 17 anos, o surfista de Guarujá demonstra confiança em repetir a performance no dia decisivo da competição. “Vai depender do mar. Hoje eu estava iluminado. Soube usar bem a prioridade”, destacou Ihgor, que se inspira no australiano Julian Wilson e tem a orientação técnica de seu pai, André Cação.

Outros quatro surfistas chegaram aos 15 pontos neste sábado. O catarinense Mateus Herdy somou 15,50, o argentino Nacho Gundensen, que costumeiramente compete no litoral paulista, fez 15,25 (com direito à segunda melhor nota do dia, 8,5), o baiano Wallace Junior garantiu 15,25, enquanto que Renan Pulga, de São Sebastião, 15.

Na lista das melhores apresentações, mais três paulistas. Weslley Dantas, de Ubatuba, marcou 14,75; Vitor Mendes, de Guarujá, 14,5, e Kim Matheus, de Santos, 14,25. Ainda entre os favoritos, Samuel Pupo estreou bem e avançou para o round 3. As principais baixas foram de Gabriel André, de Guarujá, e Marcos Corrêa, de Santos, que não conseguiram se classificar na fase 2.

O campeão brasileiro, segundo a Abrasp, que comanda o surf profissional no País, será conhecido em janeiro em evento realizado no Ceará, como ocorreu este ano. A competição em Peruíbe recomeça neste domingo, às 7h30. O vencedor ganhará R$ 4 mil, de um total de R$ 15 mil em dinheiro, além de uma moto ok. A premiação também conta com pranchas, skates, troféus e kits.

O Nossolar Construtora apresenta Backfish Pro Júnior 2016 tem os copatrocínios de Bocão Surf Shop, Tenan Surfboards, Contur, Auto Posto 7 Passos, Mac One, Ede Terraplanagem, Bros Burguer, Flutuar, Pro Foam Blocos EPS e DM Madeiras. Apoios de Sabesp e Prefeitura Municipal de Peruíbe. Divulgação da FMA Notícias e Brasil.is Comunicação Criativa, com supervisão da Abrasp e Federação Paulista de Surf.

Por Fábio Maradei

Galerias | Mais Galerias