Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil

Havaiana Faz a Festa no Arpoador

ASP South America

Leila Hurst é a campeã do Quiksilver apresenta Arnette ASP World Junior Championship

O título feminino do Quiksilver apresenta Arnette ASP World Junior Championship, segunda etapa do ASP World Junior Championship foi para a havaiana Leila Hurst. Na bateria final, ela derrotou a francesa Joanne Defay e garantiu o lugar mais alto de pódio de maneira invicta e incontestável. Além dos cinco mil dólares de premiação ela também garantiu 10 mil pontos no ranking.

"Estou muito feliz com este título. A semana no Rio de Janeiro foi fantástica. O lugar é lindo, as pessoas são incríveis, o evento foi sensacional, a comida é ótima, enfim só levarei boas recordações para casa. Posso definir como mágico", elogiou a havaiana de 18 anos que teve a torcida da mãe durante a competição.

Na bateria final, com duração de 35 minutos, Leila liderou de ponta a ponta e não deu chances para a francesa, que não conseguiu mostrar seu surfe. Logo nos primeiros cinco minutos, a havaiana arrancou um 8,5 dos juízes e em seguida com outro 7,00 aumentou ainda mais a diferença para Joanne.

"O mar estava muito difícil. As condições mudaram no decorrer da bateria, entrou um vento estranho e as ondas não vinham. Mas dei sorte nas ondas que escolhi e consegui boas notas logo no começo da série. Foi o que me deu mais tranqüilidade até o fim. A Joanne também está de parabéns fez um excelente campeonato", completou.

O domingo de sol e praia cheia no Rio de Janeiro começou com uma chamada às 9h. Sem ondas no Arpoador, a organização do evento decidiu colocar a categoria feminina no mar às 11h, e, pelo segundo dia consecutivo, a competição foi transferida para a Praia do Diabo. Foram realizadas seis baterias que definiram as finalistas do mundial sub-20. A brasileira Joana Meneghel caiu ainda nas quartas de final e Monik Santos chegou às semifinais mas foi superada pela havaiana Leila Hurst.

Nesta segunda-feira com chamada às 8h serão realizadas as oitavas de final do masculino.

SEMIFINAIS – Monik Santos dá adeus a briga pelo título

Na primeira bateria semifinal, o Brasil deu adeus ao sonho do título do Quiksilver apresenta Arnette ASP World Junior Championship. A pernambucana Monik Santos foi superada pela havaiana Leila Hurst que desde o começo de sua série imprimiu um ritmo muito forte e não deu chances para que a brasileira fizesse a festa em casa.

"Estava muito apreensiva para a semifinal porque tinha assistido a bateria da Monik e vi que ela tinha potencial e vinha fazendo uma competição muito forte. Mas tive sorte na escolha das ondas, dei o meu melhor como venho fazendo durante todo o campeonato e estou muito feliz por ter passado a grande decisão", disse a havaiana.

Embora tenha sido eliminada, Monik Santos reconheceu a superioridade da adversária na semifinal.

"A Leila teve mais sorte na escolha das ondas e mereceu vencer. Estou feliz em ter chegado até aqui, operei meus dois ombros e estar surfando novamente em alto nível já é uma vitória. Vou continuar trabalhando forte e na busca por um patrocinador para seguir em frente", comentou a brasileira.

A segunda a garantir vaga na grande final foi a francesa Joanne Defay. A surfista, que foi eliminada na semifinal na primeira etapa do ano em Bali, desta vez não vacilou e deu um verdadeiro show na semifinal. A francesa teve a maior nota (9,57) e a melhor média do dia (17,57).

"Estava com a prioridade na bateria e quando vi a onda se formando não pensei duas vezes, remei em direção a ele fiz o meu melhor. Estou muito feliz por ter passado para a decisão e quero levar este título mundial para a Europa", disse a francesa que é campeã européia na categoria.

QUARTAS DE FINAL – Monik Santos é a única brasileira a avançar para as semifinais

A primeira a garantir a vaga nas semifinais foi a brasileira Monik Santos. Em uma bateria com poucas ondas, a local de Maracaípe, teve sorte na escolha das ondas e derrotou a japonesa Nao Omura.

"O mar está muito difícil e tem que ter sorte na escolha das ondas. O mar do Diabo é bem diferente do Arpoador e consegui escolher uma boa onda logo no começo da bateria. Agora tenho que focar e ver se consigo ganhar um bom presente de aniversário antecipado", disse a pernambucana, que completa 20 anos nesta segunda-feira.

Na segunda bateria do dia, a havaiana Leila Hurst surpreendeu a segunda colocada do ranking, a australiana Dimity Stoyle, que vinha liderando até os sete minutos finais. Com uma onda perfeita, onde conseguiu executar três manobras completas, a havaiana, nona colocada no ranking, virou a série com uma nota 8,57 e depois para completar ainda levou um 8,07, não dando chances à adversária.

"Estou muito contente porque estava perdendo em algumas baterias em que poderia ter vencido. Na primeira etapa do ano em Bali a Dimity me desclassificou e queria devolver essa derrota. Estou amando o Rio de Janeiro e aproveitando ao máximo", disse a havaiana.

A terceira bateria eliminou a brasileira Juliana Meneghel. A paulista não conseguiu se encontrar em sua série enquanto que a francesa teve duas notas altas (7,53 e 7,03) e avançou para as semifinais.

"A verdade é que fiquei meio perdida no início da bateria porque ainda não tinha surfado no Diabo mas me adaptei bem e achei as ondas. Estou muito feliz e não mudarei nenhuma estratégia até o fim", disse a francesa.

Encerrando as quartas de final, a australiana Philippa Anderson venceu a sul-africana Heidi Palmboom e se manteve viva na briga pelo título.

O Quiksilver apresenta Arnette ASP World Junior Championship é a segunda das três etapas anuais do ASP World Junior Championship que define os campeões mundiais. A primeira foi o Oakley ASP World Junior na Indonésia entre os dias 03 a 14 de outubro e a última será o Billabong ASP World Junior Championship em janeiro de 2012, na Austrália.

O Brasil Open de Surf é uma realização da Adding Sports com supervisão da Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro (FESERJ) e patrocínio da Arnette, Oi, Quiksilver e do Governo do Estado do Rio de Janeiro, através da Secretaria de Esporte e Lazer. O evento homologado pela ASP South America como etapa do ASP World 6-Star também conta com o apoio da Oi Futuro, Oi FM, Urgh, DC, Roxy, Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro, Favela Surf Clube e Arpoador Surf Clube, sendo transmitida ao vivo pelo www.brasilopenofsurfing.com.br

FEMININO

ROUND 4 – QUARTAS DE FINAL

Nao Omura (JPN) 8,07 x 9,33 Monik Santos (BRA)

Leila Hurst (HAW) 16,64 x 14,33 Dimity Stoyle (AUS)

Joanne Defay (FRA) 15,33 x 9,16 Juliana Meneghel (BRA)

Heidi Palmboom (ZAF) 8,73 x 10,67 Philippa Anderson (AUS)

SEMIFINAL

Monik Santos 11,57 X 13,66 Leila Hurst (HAW)

Joanne Defay (FRA) 17,57 X 9,83 Philippa Anderson (AUS)

FINAL

Leila Hurst (HAW) 15,50 X 10,53 Joanne Defay (FRA)

CLASSIFICAÇÃO FINAL FEMININO

1 Leila Hurst

2 Joanne Defay

3 Monik Santos

3 Philippa Anderson

5 Nao Omura

5 Dimity Stoyle

5 Juliana Meneghel

5 Heidi Palmboom

9 Natali Paola Peixoto

9 Gabriela Leite

9 Wendy Guimaraes

9 Bárbara Muller

9 Carol Fernandes

Galerias | Mais Galerias