Açores - Portugal

6 brasileiros ainda buscam título no ISA Mundial Júnior

Redação Surfguru

Com o adiamento da conclusão da segunda rodada principal masculina, ficou para a quarta feira a primeira volta às ondas do Mundial Júnior de Surfe da International Surfing Association (ISA) 2016 dos paulistas Wesley Dantas e Samuel Pupo.

Leonardo Berbet, Cauã Nunes, Karol Ribeiro, Carol Bonelli e Deyse Costa avançaram no VISSLA ISA World Junior em Açores, Portugal; Maju Freitas foi a primeira brasileira eliminada no evento anual para a nova geração do surfe mundial que este ano reúne delegações de 39 países na Praia de Monte Verde, Ribeira Grande, Ilha de São Miguel, Ilhas Açores, Portugal.

Wesley e Samuel são irmãos respectivamente dos tops da elite profissional mundial Wigolly Dantas e Miguel Pupo, e possuem também irmãs surfistas nos seus conceituados clãs, porém nenhuma delas no selecionado que em Portugal já tem na fase três as duas juniores, Deyse Costa, do Pará, e Karol Ribeiro, do Rio de Janeiro, e Carol Boneli, Sub 16 e também carioca, que perdeu a companhia da também mirim Maju Freitas, nossa única baixa definitiva no evento.

Webcast dia 5 

Também na terça-feira os nossos dois Sub 16 a competir no masculino avançaram direto à terceira fase, primeiro o potiguar Leonardo Berbet, e a seguir o pernambucano e atual campeão e líder brasileiro Cauã Nunes, a eles quem primeiro pode se somar na fase três é Samuel Pupo, o que pode acontecer por duas vias, avançando direto ou no máximo enfrentando de tarde a segunda e última repescagem dos mais novos, onde o Brasil tem o carioca Vitor Ferreira.

Na Júnior, Wesley Dantas, a exemplo do conterrâneo mirim Pupo, inicia o dia com “duas vidas” mas pode vir a descartar a segunda delas e ser o primeiro Sub 18 nacional a ir direto a  terceira fase sem precisar encarar a segunda e definitiva repescagem da categoria, na qual estará o trio Raul Bormann, de Pernambuco, Arthur Cerqueira, da Bahia, e Jonas Pereira Marretinha, da Paraíba, todos almejando a fase três e para tanto tendo a confiança e a orientação experiente do técnico brasileiro Gabriel Macedo que, a exemplo do presente presidente da Confederação e chefe da delegação Adalvo Argolo, confia em ter todos os atuais onze classificados pontuando para o Brasil na quinta-feira, quando então o time brazuca pode subir da atual sexta posição que divide com quatro outros países, entre eles Portugal, que no belo Açores é, de todo o mundo, o elogiado anfitrião.

o    5:00am – 5:40am: 2 baterias fase 2 do Evento Principal Homens Sub-18 (Júnior)

o    5:40 am – 07:00am: 4  baterias fase 2 do Evento Principal Homens Sub16 (Mirim)

o    07:00am – 12:20pm: 16 baterias fase 2 da Repescagem Homens Sub-18 (Júnior)

o    12:20pm – 3:20pm: 9 baterias fase 2 da Repescagem Sub-16 (Mirim)

Por Chico Padilha

Galerias | Mais Galerias