#surf #educação #impacto #financiamento coletivo #inovação #inclusão #notícias #tecnologia 

GnarsDao, LilSisters e NounsBR financiam ONG Todas Para o Mar para manter suas atividades

Equipe Surfguru

A ONG TPM, fundada em 2015 pela surfista Nuala Costa, quase teve que fechar as portas devido a falta de recursos financeiros. Através da mediação do Surfguru, a TPM foi aprovada para financiamento na web3 pela GnarsDao, LilSisters e NounsBR e conseguirá m

A TPM atua em diversas áreas e usa o surf como ferramenta de inclusão em Maracaípe - PE através da promoção de eventos e atividades educativas voltadas para o surf, dando novas oportunidades de vida para mulheres, crianças e adolescentes. A juventude local possui poucas perspectivas de trabalho e lazer, encontrando-se frequentemente em situações de vulnerabilidade social em diferentes níveis.

A manutenção da ONG TPM é de fundamental importância para criar essas oportunidades de educação, bem como a introdução de rotinas e disciplina para o surfe, além também de servir como opção de lazer para as crianças e adolescentes da comunidade da baía de Maracaípe, melhorando a qualidade de vida na região.

Esse não é o único projeto que o Surfguru vem apoiando através do seu fundo de impacto no último ano. Mas, devido à emergência em que a ONGo TPM se encontrava, a solução mais imediata foi encontrada na web3. A GnarsDAO, LilSisters e NounsBR surgiram da NounsDAO, uma Organização Autônoma Descentralizada que, através da venda diária de NFTs, apoia projetos e causas sociais para proliferar a sua marca criando conteúdo coletivamente.

O crescimento da NounsDAO foi tão rápido que surgiram alguns desdobramentos para atingir nichos e propostas de valores menores, como: a GnarsDAO, a NounsBR e a LilSisters. Todas apoiam projetos e causas diferentes através da venda dos próprios NFTs e de fomento da NounsDAO.

Os "Noggles" são o símbolo da Nouns.

No caso da TPM, o financiamento veio dividido entre GnarsDAO, NounsBR e LilSisters para continuar desenvolvendo suas atividades, enquanto aprendem sobre esse novo mundo de web3. Nessa missão, a Play4Change, iniciativa que promove inclusão financeira, educação e transformação social através da web3, irá se reunir, durante as próximas semanas, com algumas crianças e adolescentes que participam da ONG TPM para receber educação sobre cripto, blockchain, web3 e DAOs de uma forma geral. Como parte do programa, também serão realizadas oficinas internas de arte com as crianças e adolescentes do projeto TPM.

Nessa semana aconteceu a primeira reunião da P4C com as crianças e adolescentes do projeto TPM para introdução sobre os temas da web3.

O Surfguru está desde 2020 destinando 10% das suas receitas de assinatura para investimentos em projetos e causas de impacto socio-ambiental e/ou que usem o surf como ferramenta de inclusão. Agora, através da web3, a empresa tem encontrado diversas oportunidades neste sentido, tornando ainda mais fácil o apoio a projetos como o Todas Para o Mar. Fique de olhos nas redes sociais do Surfguru e do projeto TPM para acompanhar mais detalhes dessa parceria.