Oahu Costa Norte - Hawaii - Estados Unidos por Redação Surfguru

Último dia do Pipe Pro 2019

Confira a transmissão webcast do 4º e último dia do Volcom Pipe Pro 2019, que amanheceu com um swell de Noroeste oferecendo boas ondas de 6 a 8 pés na bancada de Pipeline e Backdoor. O mar foi subindo durante o dia e na grande final, vencida por Jack Robinson, algumas séries chegaram aos 10 pés.

Previsão de águas rasas para Pipeline - Oahu - Hawaii

A terça-feira amanheceu com boas ondas para iniciar as oitavas de final do Volcom Pipe Pro. A primeira bateria começou as 8h00 no Havaí (16h00 em Brasília). Os peruanos Miguel Tudela e Cristobal De Col foram os únicos sul-americanos entre os 32 concorrentes ao título do QS 3000 de Pipeline. Cristobal entrou na terceira bateria e Miguel na 4ª. Miguel Tudela passou para as quartas de final do Volcom Pipe Pro na bateria vencida por Keanu Asing nos tubos de 6-8 pés da terça-feira em Pipeline, mas o também peruano Cristobal De Col não conseguiu pegar boas ondas na sua e saiu da briga pelo título do QS 3000 do Havaí.

O australiano Jack Robinson foi o grande nome durante todo o dia, desde sua bateria nas Oitavas de Final, onde somou 19.57 pontos (10 + 9.57), ele mostrou muita intimidade com os tubos, principalmente com os do Backdoor. Na Final, Jack escolheu bem as ondas e somou 14.87 pontos (7.00 + 7.87), deixando Barron Mamiya (HAW) em 2º, Reef Heazlewood (AUS) em 3º e Balaram Stack (EUA) em 4º.

O havaiano Barron Mamiya foi outro destaque do dia, além do troféu de Vice-Campeão, ele levou o "Bowl Trophy" de melhor tubo surfado no evento, tubo nota 10 que pegou pro Backdoor na Semifinal. 

O havaiano Kalani David foi outro nome de destaque durante o Pipe Pro 2019 e recebeu o "Todd Chesser Award", prêmio dado ao surfista mais atirado do evento.

Fonte: WSL

Comentários

Notícias | Mais Notícias