Oahu Costa Norte - Hawaii - Estados Unidos por WSL

3º dia do Volcom Pipe Pro 2019

Confira a transmissão webcast do 3º dia do Volcom Pipe Pro 2019, que amanheceu com boas ondas de 4 a 6 pés abrindo para Pipeline e Backdoor.

Previsão de águas rasas para Pipeline - Oahu - Hawaii

Foi confirmada a continuação do Volcom Pipe Pro nesta segunda-feira, com as principais estrelas, como Yago Dora e outros tops do CT, estreando no QS 3000 de Pipeline. O dia começou às 8h00 no Havaí (16h00 em Brasilia) com a 14ª das 16 baterias do Round 3, definindo os últimos adversários dos cabeças de chave que entram no evento já disputando vagas para as oitavas de final.

Yago Dora abriu o Round 4 e não passou da sua estreia no Volcom Pipe Pro, ficando em terceiro lugar na bateria disputada logo após o argentino Tomas Lopez Moreno vencer a que fechou a terceira fase do QS 3000 de Pipeline. A segunda-feira prosseguiu com o Round 4 valendo duas vagas para as oitavas de final em cada uma das 16 baterias.

Sebastian Zietz foi o grande destaque do dia ao fazer o primeiro 10 do evento, onde entubou numa bomba pro Backdoor e saiu na baforada.

Jack Robinson (AUS), Billy Kemper (HAW), Brodi Sale (HAW), Joshua Moniz (HAW), Soli Bailey (AUS), Keanu Asing (HAW), Barron Mamiya (HAW), Nolan Rapoza (EUA) e Cody Young (HAW) tiveram boas performances e foram também destaques do dia.

O último representante brasileiro com chances era Jerônimo, que entrou na água na 15ª bateria do round 4, a penúltima do dia. Ele teve dificuldade em achar ondas de qualidades e perdeu para Mason Ho, Kiron Jabour e Marc Lacomare.

Os peruanos Cristobal De Col e Miguel Tudela foram os primeiros sul-americanos a passar para as oitavas de final do Volcom Pipe Pro com os dois despachando Carlos Munoz e o havaiano Liam O´Brien na sexta bateria do Round 4 do QS 3000 de Pipeline.

Para mais informações sobre o Volcom Pipe Pro, visite worldsurfleague.com e volcom.com

Fonte: WSL

Comentários

Notícias | Mais Notícias