Niterói - Rio de Janeiro - Brasil por João José Macedo

Destaques da 3ª Etapa do Circuito ASN 2018

O Circuito ASN 2018, que é apresentado pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer da Prefeitura de Niterói, foi encerrado da melhor forma possível em Itacoatiara, com ondas de 1,5m nos dois dias de competição. O domingo, 18 de novembro, estava com sol e praia cheia, e na terça-feira, 20 de novembro, feriado do Dia da Consciência Negra, o clima ficou chuvoso, mas todos os competidores elogiaram a escolha da comissão técnica de realizar o campeonato no dia do feriado para aproveitar as boas condições do mar.

Luca Nolasco conseguiu sua primeira vitória na categoria Open, chegou a 3187 pontos no ranking e se tornou campeão do circuito. Agora ele vai para a Indonésia por ter conquistado o prêmio de 10 dias de hospedagem no Hidden Bay Resort Mentawais, e vai realizar o sonho de surfar as ondas mais perfeitas do planeta, no paradisíaco arquipélago das Ilhas Mentawais. Como tinha sido o melhor niteroiense no ranking do ano passado já vinha se preparando na Mombak Fit, e conquistou mais uma vez uma bolsa e um ano no estúdio especializado em treinamento funcional com os fisioterapeutas Guilherme Herdy e Gustavo Catraca.

A manhã do primeiro dia entravam séries que chegavam a dois metros, pesadas e triângulares no canto da pedra do Pampo. Ao longo do dia foram perdendo intensidade e passaram a entrar mais alinhadas. Nesse dia foram disputadas as categorias Open, Junior e Mirim.

OPEN

O carioca Pedro Amorim completou um tubo profundo e impressionante em uma esquerda, e recebeu a maior nota do dia, um 9,33. Ele eliminou na semifinal o surfista local Marco Antonio Cofrinho, então líder do ranking da categoria Open. Cofre finalizou o campeonato em quinto e com a pontuação dobrada desta etapa chegou a 2968 pontos.

Luca Nolasco estava em terceiro no ranking e precisava de pelo menos uma segunda colocação na etapa. Ele avançou para final e a decisão foi bem disputada e emocionante. Luca começou liderando mas foi ultrapassado por Guilherme Sodré. Depois foi Matheus Rodrigues que pulou para a liderança, deixando Nolasco provisoriamente em terceiro. Foi aí que começou a reação do jovem talento niteroiense, criado desde as categorias de base no Circuito ASN Nova Geração. Luca surfou uma onda e voltou para segundo posto, e após outra onda que encaixou duas manobras bem executadas, reassumiu a liderança da bateria. Na contagem regressiva Matheus Rodrigues teve uma chance mas bateu na trave, finalizando em segundo. Com isso Luca Nolasco conseguiu sua primeira vitória na categoria Open, chegou a 3187 pontos no ranking e se tornou campeão do circuito. Guilherme Sodré finalizou em terceiro e Pedro Amorim em quarto.

Agora Luca vai para a Indonésia por ter conquistado o prêmio de 10 dias de hospedagem no Hidden Bay Resort Mentawais, e vai realizar o sonho de surfar as ondas mais perfeitas do planeta, no paradisíaco arquipélago das Ilhas Mentawais. Como tinha sido o melhor niteroiense no ranking do ano passado já vinha se preparando na Mombak Fit, e conquistou mais uma vez uma bolsa e um ano no estúdio especializado em treinamento funcional com os fisioterapeutas Guilherme Herdy e Gustavo Catraca.

MIRIM

Caio Knappi encontrou uma boa direita, passou por dentro do tubo e encaixou um bonito layback para vencer a categoria Mirim. O paraibano Gustavo Henrique ficou em segundo e conseguiu os pontos necessários para se tornar campeão do ranking entre surfistas de até 16 anos. O carioca Diego Brígido acertou uma forte batida de backside e garantiu a terceira colocação.

JUNIOR

Gustavo Henrique é local da praia de Intermares no município de Cabedelo na Paraíba. Ele se mudou para Niterói neste ano e vem treinando e evoluindo bastante em Itacoatiara. O Vaqueirinho fechou o dia com chave-de-ouro, com o título da etapa e do circuito na categoria Junior. Pedro Amorim surfou uma esquerda da série em direção a pedra e quase conseguiu a virada, terminando em segundo. Caio Knappi ficou em terceiro e Diego Brígido completou a decisão em quarto.

Na manhã do feriado da terça-feira, o mar estava do jeito que a galera gosta, com ondas de 1,5m e brisa de terral no canto da pedra do Costão. Nas finais as ondas ganharam força e colocaram a prova o preparo físico de todos. Mesmo com o clima chuvoso, na água as disputas pegaram fogo. O conhecimento do pico fez a diferença e todas as categorias foram dominadas pelos surfistas locais.

MASTER

Eric Gonçalves entrou na final da Master com o primeiro posto do ranking assegurado. Ele fez uma boa escolha de ondas, encaixou fortes batidas e fechou o dia com o título da etapa também. Com isso ganhou mais um final de semana na Pousada Itamambuca Casa de Praia. Thiago Villar acertou duas boas manobras em uma esquerda e assegurou o segundo lugar. O carioca Fabiano Passos avançou para a decisão sempre executando fortes batidas e rasgadas de backside. Na final não foi diferente mas ficou precisando de uma segunda boa nota, finalizando em terceiro. Bernard Broitman também ficou precisando trocar de nota e parou em quarto.

KAHUNA

O surfista, escritor e humorista Duca Pantaleão voltou ao pódio da ASN em grande estilo com a vitória na categoria Kahuna. Rogério Alvarez acertou boas rasgadas em uma onda da série e garantiu o segundo posto. Marcelo Bonvini sempre se destaca nas sessões livres e estreou nas competições da ASN nesse ano. Ele foi o terceiro na etapa e se tornou o campeão do circuito. João Paulo Veiga do Arpoador avançou para a final e fechou sua participação em quarto.

GRAND KAHUNA

Mais uma vez a final da Grand Kahuna reuniu diversas lendas do surf niteroiense. Quem chegou ao lugar mais alto do pódio nesta etapa foi Marcos Brandão. Com o vice no campeonato André Magrita chegou a 3800 pontos no ranking e conseguiu a maior pontuação entre todas as categorias. Calos Alexandre Baldaque Japão gostou das condições pesadas do mar, surfou uma onda da série e ficou em terceiro. Alfredo Simon e Celso Alves completaram a final, respectivamente, em quarto e quinto.

A entrega dos prêmios aconteceu na lanchonete Puro Suco e todos estavam muito felizes com o desfecho da 39a edição do Circuito ASN. Com o encerramento desse biênio ficou a sensação de dever cumprido, e o trabalho realizado na Associação de Surfe de Niterói manteve o mesmo nível de qualidade deixado pelo saudoso presidente Renato Mundongo.

O Circuito ASN 2018 tem patrocínio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer da Prefeitura de Niterói, Lanchonete Puro Suco, Pena, Hidden Bay Resort Mentawais, Itamambuca Casa de Praia, Mombak Fit, Itacoatiara Inn, Mix Fins, Parafina G-Wax, Black Design, André Cebola Shaper e Pranchas Bou.

Comentários

Notícias | Mais Notícias