Ubatuba - São Paulo - Brasil por Fábio Maradei

Destaques do sábado no Brasileiro de Surf Feminino 2018

Garantida em 3 semifinais, Júlia Duarte segue surfando bem no sábado e faz a maior nota do Wiggolly Dantas apresenta Wizard Brasileiro de Surf Feminino. Confira os highlights de sábado do Wiggolly Dantas apresenta Wizard Brasileiro de Surf Feminino na Praia de Itamambuca, em Ubatuba. Sábado, 24 de novembro de 2018. Imagens e edição CNunes Productions.

Previsão de águas rasas para Itamambuca - SP

A carioca Júlia Duarte foi o grande nome deste sábado (24), no segundo dia do Wiggolly Dantas apresenta Wizard Brasileiro de Surf Feminino, na Praia de Itamambuca, em Ubatuba. A surfista de 16 anos garantiu a maior nota do evento até agora, 9,67, “abusando” das manobras de back side na estreia da categoria sub16. Depois, no round seguinte, voltou a surfar bem, para garantir um 9,10 e se classificar para a sua terceira semifinal (já estava classificada na profissional e na pro júnior).

A atleta do Instituto Gabriel Medina e que atualmente mora em Maresias, São Sebastião, quer fazer história, empolgada com suas boas performances. “Eu sempre fui muito boa de back side, porque eu vi do Canto do Recreio e só é direita. Aqui é bem parecido”, contou, revelando surpresa em estar em três semifinais. “Eu queria muito chegar bem nas três, mas não esperava”, falou. “Quero chegar nas três finais e levar os troféus, porque quando encaixo as manobras, eu embalo”, anunciou a atleta, que é a atual líder do ranking brasileiro amador na sub18 e terceira na sub16.

A competição segue neste domingo, a partir das 8 horas, com as finais, definindo os títulos brasileiros nas categorias profissional e pro júnior, novidade no evento, realizado há quatro anos, e com transmissão ao vivo pela internet, no link http://www.fpsurf.com.br/eventos/18/fem/fem01/aovivo3.php. Neste sábado, as disputas ficaram concentradas nas categorias de base e no longboard profissional.

Além de Julinha, Sophia Medina e Nairê Marquez se sobressaíram. As duas também foram bem em três categorias. Sophia, que foi campeã sub12 em 2017, garantiu vaga na final sub14 e está na semi da sub16 e da pro júnior. “Eu esperava ir bem na minha categoria. E queria ir bem nas outras. Eu sempre confio e tenho fé, mas sabia que não ia ser fácil”, falou Sophia.

“Graças a Deus consegui passar as três e estou feliz porque é o meu primeiro pro júnior e já estar na semifinal estou muito feliz. Agora vou tentar ir para a final”, disse a surfista, destacando o apoio dos pais na praia, Charles, também técnico de Gabriel Medina, e Simone. “Eles dão uma força, na torcida, nas dicas e tem a galera do Instituto também. Muito legal”, comentou.

Nairê já está em duas finais, na sub12 e na sub14, onde defende o título do evento, além da semi da pro júnior. Outras duas atletas que surfaram muito bem neste sábado e também já estavam classificadas na pro júnior foram Maju Freitas e Isabela Saldanha, ambas na sub16 e que ano passado foram campeã e vice nessa mesma faixa etária, com Julia Duarte em terceiro. Sophia Gonçalves é outro destaque, com duas finais, na sub12 e sub14. Já nos pranchões, destaque para Thiara Mandelli e Mainá Thompson, que também brilharam em 2017.

O Wiggolly Dantas apresenta Wizard Brasileiro de Surf Feminino tem os patrocínios da Wizard by Pearson, Perfect Waves, Uba Surf Motors, Atmosfera Incorporadora, Roxy, Hotel São Charbel e Alma Salgada. Apoios: Prefeitura Municipal de Ubatuba, Quiksilver, Padoca Itamambuca, EAB Imóveis, Escola de Surf Suelen Naraisa, Mini Kalzone, Adrenalina, Quiosque da Tia Albertina, Tape Brasil, Varejão Santa Rita, Marinho Grelhados e Sushi, Equiptecnica Produções, Gigi Watery, Mar Cenário Móveis e decoração, Silva Indaiá Supermercado. Colaboração: Tio Sam Restaurante e Pizzaria, Digital Brasil, Sergio Nery Fisioterapia e Fit Camp. Divulgação: Woohoo, FMA Notícias, Adventure Tv e C Nunes Productions. Gerenciamento técnico: Associação Ubatuba de Surf (AUS), Abrasp e Federação Paulista de Surf.

Comentários

Notícias | Mais Notícias