#competição 
São Sebastião - São Paulo - Brasil

Talento da nova geração fatura o Paúba Super Tubos

FMANotícias

Caio Costa faturou mesmo campeonato que já foi vencido por Gabriel Medina

O surfista de Maresias, Caio Costa, começou 2021 do mesmo jeito que terminou 2020: em altíssimo nível, no lugar mais alto do pódio. O campeão brasileiro sub18 e sub16 e do Rip Curl Grom Search faturou neste domingo (7) o Paúba Super Tubos, campeonato especial, com espera pela ondulação perfeita.

As disputas, adiadas em 2020, devido à pandemia do Covid-19, aconteceram nas ondas perfeitas, de até 1,5 metro, tubulares, na praia que dá nome ao evento, no litoral norte de SP. Em 2019, na última edição realizada, o grande vencedor foi o bicampeão mundial Gabriel Medina. Um dia antes da disputa, Caio treinava na mesma Paúba, sofreu uma queda e a prancha acertou seu rosto, bem próximo do olho direito, dando um grande susto.

Na grande final, Caveirinha, como é conhecido, superou o ícone Carlos Bahia, atual campeão brasileiro de longboard e um dos atletas que sempre o incentivaram na carreira. Também estavam na decisão Renan Pulga, Pedro Tanaka, Sidney Guimarães e Cauã Gonçalves.

“A final foi bem legal, consegui achar dois tubos, porém fiz uma interferência (atrapalhou a onda do concorrente, sofrendo penalização na pontuação) e venci por pouco”, contou Caio. “Foi a minha primeira final no evento, que é muito especial para mim, pois Paúba foi onde eu cresci. Um campeonato que sempre sonhei ganhar e sabia que uma hora viria. Na minha casa, no meu quintal”, ressaltou o surfista, que dedicou o título ao avô, Beto, que mora com ele e fará 67 anos.

Aos 16 anos, Caio Costa mora e treina na Praia de Maresias, em São Sebastião, e é apontado como uma das principais promessas do surf brasileiro. Os resultados falam por si. No ano passado, faturou o bicampeonato do Rip Curl Grom Search, também repetiu o título brasileiro sub16 e faturou a categoria acima, a sub18, confirmando ser o principal nome do País nas categorias de base.

Treinado por Alex Leco, o surfista tem como meta o Circuito Mundial, de olho na elite da modalidade. “Tem de ter muito foco, treinar muito. Não é fácil, mas estou determinado”, disse o atleta patrocinado por Espaço Laser, Avallon, The One, Adriano Nunes, Teccel, Wet Dreams, Surf Mind Coach e Vita Maresias.

Comentários

Galerias | Mais Galerias