#previsão #competição #stand-up 
Cabo de Santo Agostinho - Pernambuco - Brasil

Raro Swell de Nordeste nos Primeiros Dias do Remo Fest

Surfguru

Nesse fim de semana, de 15 a 17 de Janeiro, vai rolar o Primeiro Festival de Remo na praia Reserva do Paiva. Vamos dar uma analisada na previsão para os dias do evento.

A previsão atualizada no dia 12 de Janeiro indica um raro swell de Nordeste atuando na costa de Pernambuco nos primeiros dias do festival, combinado com as típicas vagas de Leste-Sudeste, tão comuns na região, provocadas pelos ventos alísios, que sopram constantemente sobre o Atlântico Sul.

O swell de Nordeste é aquele que vem do Atlântico Norte, atravessa o Equador e provoca ondas em Noronha e em todo o litoral norte do Brasil. Raramente este swell tem uma direção tão favorável à entrada no litoral de Pernambuco, mas este vai ser o caso durante os primeiros dias do Festival, com ondas chegando numa direção de 50°, o que permite que este swell consiga atravessar a plataforma continental perdendo o mínimo de energia - o que é bem difícil de acontecer. 


Observe como a direção das ondas predominantes está bem de Nordeste no mapa acima, bem como na figura do Espectro observamos que a componente de swell de Nordeste é a mais intensa na quinta-feira, enquanto que a componente de leste, provocada pelos ventos alísios, é quase inexistente.

Analisando a altura total das ondas, fica claro que o swell de Nordeste tem a sua maior influência nos dias que precedem a competição, garantindo um surf treino bem legal para os competidores. 

Já no primeiro dia do festival (sexta-feira), as vagas de Leste têm seu pico de energia com a intensificação dos ventos oceânicos, contudo haverá uma combinação com o swell de Nordeste, que mantém a sua força.

O cenário muda bastante nos dias seguintes, com ambos: vagas e swell perdendo força simultaneamente no segundo dia da competição. No gráfico de energia abaixo dá pra ter uma ideia de quanto o mar vai perder de força nos dias 16 e 17.

A manhã do último dia deverá ser de vento fraco, contudo isso não chega a ser uma boa notícia, já que é o vento próximo à costa que deverá dar uma impulsionada nas ondas, o que deverá ocorrer ao longo do dia. Durante a tarde a previsão é que haja um aumento na altura das ondas devido à intensificação do vento, o que deverá possibilitar que a competição tenha algumas ondas no final, porém com a formação prejudicada por este mesmo vento.  

Já o gráfico de previsão do vento abaixo mostra que teremos ventos do quadrante E no dia 15 e ENE no dias 16 e 17 com velocidade média entre 5 e 10 nós e rajadas um pouco mais fortes ao longo de todos os três dias. No gráfico abaixo dá pra ver que em todos os dias o vento médio será mais fraco no inicio do dia e se intensificando na parte da tarde:

Segundo a tabela de marés para o Porto de Suape, as manhãs começaram com as marés cheias em torno de 2 metros, por volta de meio-dia será a maré seca com 0,5 metros e no fim do dia novamente a maré cheia com os mesmos 2 metros.

As melhores condições de ondas para a praia do Nordestão, contudo, se dão na meia maré para cheia, o que facilita a entrada das ondas vindas do oceano, já que estas enfrentam menos atrito com o fundo do mar. Para saber os valores exatos é só consultar a tabela abaixo:

Já para a previsão do tempo, podemos esperar um dia pouco nublado com chuva fraca durante a manhã de sexta-feira, seguidos de dias parcialmente nublados mas sem chuva no sábado e domingo. Como podemos ver no gráfico abaixo, o Domingo à tarde terá um pouco mais de nebulosidade, permitindo que a temperatura fique mais amena:

Daqui, a Ohana do Surfguru está enviando boas energias para todos que estão organizando ou participando desse evento e esperamos que tenham boas ondas e bons ventos!

Se for a praia, lembre-se de usar máscara, limpar as mãos e manter o distanciamento social.

Mahalo!

 

Comentários

Galerias | Mais Galerias