#comunidade #surf 
São Paulo - Brasil

SPSurf avança com sua missão na reformulação do surf paulista

Charles Roberto - SP Surf

SPSurf se reúne com o secretário estadual de esporte para discutir futuros projetos para o surf paulista

O Brasil possui quatro títulos mundiais e está cada vez mais sendo assistido pelas autoridades governamentais. Desta forma, nada mais natural que instituições busquem ter seus nomes ligados a este esporte que conta com mais de 3 milhões no país, segundo estimativas do Instituto Brasileiro de Surfe (Ibrasurfe), publicado na Forbes.com.br em 29 de setembro de 2019.

Indo ao encontro desse dado, a SPSurf avança com sua missão na reformulação do surfe paulista. Na última terça-feira (27/10), o presidente da nova Federação de Surf do Estado de São Paulo - SPSurf, José Paulo Neves Ferreira, acompanhado dos diretores da SPSurf, Reginaldo Ferreira Filho (jurídico) e Vitor Costa (financeiro) esteve reunido com o secretário de Esportes do Estado de São Paulo, Aildo Rodrigues, para discutir novos rumos para o surfe paulista.

O encontro, mediado pelo deputado estadual Paulo Corrêa Jr., teve como objetivo, neste primeiro momento, estreitar os laços entre a nova Federação e a Secretaria de Esportes para projetos futuros. Um dos pontos principais abordados na reunião foi a possível criação de mecanismos legais direcionados ao esporte, para que a próxima equipe paulista tenha condições de competir em eventos nacionais e internacionais representando o Estado de São Paulo. Na ocasião, o deputado se comprometeu que fará a ponte entre as instituições.

“Foi uma conversa muito proveitosa. Tivemos a oportunidade de apresentar nossas ideias e nossos planos para melhorar os eventos de surfe em São Paulo, tanto no âmbito de estrutura para atletas competirem em eventos grandes dentro e fora do Brasil como na valorização dos atletas com boas premiações em todas as categorias”, ressaltou, Zé Paulo. A nova Federação de Surf do Estado de São Paulo – SPSurf conta com o apoio de 12 de 15 associações municipais do litoral paulista.

Estado de São Paulo tem nova Federação de Surf  

A nova diretoria, da recente Federação, está totalmente comprometida com o desenvolvimento do surfe no Estado e conta com Mauro Rabellé na Vice-presidência, Vitor João de Freitas Costa como Diretor Financeiro, Daniel Miranda na direção técnica, Davi dos Santos como Secretário, Marco Ferragina como Diretor de Relações Institucionais e Reginaldo Ferreira Lima Filho na direção do Jurídico.

A SPSurf ainda conta com o ex-surfista profissional Otaviano "Taiu" Bueno, respondendo pelo Surf Adaptado, o Biólogo Fernando Esteves, que ficará responsável pela área de Proteção Ambiental, Marcelo Tito a frente do departamento de Relações Internacionais, Marcelo Ferreira respondendo pelo departamento de Clubes, Alessandra Berlinck tomará conta do Surf Feminino e Paulo Kid será o técnico responsável pela equipe paulista de surfe e e José Carlos Rennó (Zecão de Ubatuba), será o Responsável pelo Departamento de Escolas de Surf do Estado de São Paulo. 

Associações municipais que participaram da fundação da SPSurf:

  1. ASC-Associação de Surf de Caraguá, Caraguatatuba
  2. ASSS - Associação de Surf de São Sebastião
  3. ABS - Associação Bertioguense de Surf
  4. ASS - Associação Santos de Surf
  5. ASVS – Associação São Vicente de Surf
  6. APGS - Associação Praia Grande de Surf
  7. ASI - Associação de Surf de Itanhaém
  8. APS Associação Peruíbe de Surf
  9. ASIC – Associação de Esportes e Lazer dos Surfistas de Ilha Comprida
  10. AISL - Associação Ilhabela Surf League
  11. ASL- Associação Santista de Longboarder
  12. ASGSP - Associação de Surf da Grande São Paulo

Comentários

Galerias | Mais Galerias