#previsão 
Brasil

#SurfguruAvisa: Swell no Litoral Sul e Sudeste - 15 a 17/ julho de 2020

Equipe Surfguru

Fizemos uma análise da ondulação que atinge o litoral Sul e Sudeste do Brasil em 15 de jul.

Essa ondulação está sendo formada por uma pista de vento muito intenso provocado por um ciclone extratropical, associado a uma frente fria, que chegou da costa da Argentina, o que gera uma ondulação com muita energia que marcha em direção ao litoral Sul e Sudeste do Brasil. Essa ondulação passa um pouco por fora no litoral Sul, não com tanta intensidade, mas atinge de frente e com muita força o litoral Sudeste, mais especificamente no litoral do Rio de Janeiro, onde teremos ondas de 3 metros com séries maiores.

SUL

No Rio Grande do Sul as ondas acertam na quarta-feira com 1.8 m e 161 graus de sul-sudeste e 14 segundos, vento oeste fraco, destaques para as ondas da Praia do Cal, Passo e Píer de Atlântida. Na quinta e sexta a ondulação perde muita força e fica pequena, com forte vento nordeste.

No Paraná a ondulação não entra com muita intensidade e já começa a baixar na quarta-feira com 1.1 m e 144 graus de sudeste e período de 14 segundos, ainda pode ter boas ondas no pico de Matinhos, mas nada comparado com o swell bomba. Na quinta a ondulação perde força, mas pode ter umas ondinhas perfeitas de terral em picos mais abertos, sexta fica bem pequeno.

Em Santa Catarina a ondulação acerta na quarta-feira com 1.6 m e 159 graus de sudeste e 14 segundos, vento sudoeste fraco, as melhores opções devem ser o Campeche e Rosa Sul. Na quinta o swell perde força, mas ainda pode ter boas ondas de terral na Joaquina e Mole, sexta ondas pequenas de terral.

SUDESTE

Em São Paulo a ondulação chega com mais força na quarta-feira, ondas fortes de 2 m com 174 graus de sul-sudeste e 14 segundos, vento sudeste fraco a moderado, deve quebrar bons tubos em Paúba pela manhã e com sorte, se o vento virar leste nordeste, pode quebrar um Maresias grande e clássico no final de tarde. Na quinta-feira a ondulação vai baixando e acertando, vento terral, deve rolar altos tubos em Maresias na parte da manhã, em Ubatuba pode ter bons tubos na Vermelha do Norte na quinta e boas ondas em Itamambuca na sexta.

No Rio de Janeiro a ondulação chega com muita energia, as ondas ficam muito grandes, certamente onde o swell bate com mais força, ondas de 3 metros com séries maiores, ondulação de sul com 190 graus e 16 segundos, porém o vento sudeste não é favorável e deve entrar maral na maioria dos picos. No Rio o único pico que pode segurar esse vento e ter alguns tubos pesados é no Posto 5 de Copacabana e na Região dos Lagos podemos ter ondas perfeitas na Praia do Peró. Na quinta a ondulação ainda tem um bom tamanho e acerta com vento nordeste fraco e teremos altas ondas no Arpoador. O destaque do swell vai para a Barrinha em Saquarema que deve quebrar grande e clássico com altos tubos. Na sexta ainda teremos boas ondas com a ondulação um pouco mais de sul e terral perfeito, bons tubos na Barra e no CCB (Macumba, RJ) e altas ondas na Praia de Itaúna.

No Espírito Santo o swell entra bem menor na quarta-feira, devido a sua direção muito de sul 186 graus, passa na sua maioria por fora, mas vai subindo e ganhando período durante o dia com 1.2 m e 186 graus de sul e 14 segundos de período, vento sul moderado a forte, podendo ter boas ondas bem cedo no Ulé dependendo do vento e altas ondas em Setiba no final de tarde. Na quinta-feira a ondulação entra um pouco maior 1.3 m e 182 graus de sul sudeste com 14 segundos, direção um pouco melhor e vento sul um pouco mais fraco, dependendo do vento podemos ter altas ondas o dia todo, destaque para os corais e slabs cedo e Ulé durante o dia todo, na sexta a ondulação perde força, mas ainda teremos boas ondas nos corais do norte e alguns tubos no Ulé com o terral perfeito, infelizmente o vento não acerta para Regência.

por @gurudosmares

Comentários

Galerias | Mais Galerias