#competição #surf 
San Luis Obispo - Califórnia - Estados Unidos

David do Carmo é vice no QS de Morro Bay

Redação Surfguru

David do Carmo conquista vice-campeonato no QS 1000 vencido pelo norte americano Taro Watanabe em Morro Bay, Califórnia (EUA); Uriel Sposaro foi terceiro.

Os norte americanos Taro Watanabe e Izzi Gomez conquistaram suas primeiras vitórias em eventos do Qualifying Series (QS) no SLO CAL Open, QS 1000 masculino e feminino, em Morro Bay, Califórnia, com ótimas performances no dia da final.

Transmissão Webcast das finais

As inconsistentes condições com ondas de 4 a 6 pés em Morro Rock testaram a paciência e a capacidade dos competidores, mas Watanabe e Gomez enfrentaram o desafio, derrubando campos formidáveis ​​a caminho de suas primeiras vitórias na WSL.

Watanabe venceu um dos confrontos mais difíceis no caminho para as finais, com talentos veteranos em cada uma de suas baterias, começando nas quartas de final, o jovem de 17 anos bateu Cory Arrambide. Na semifinal, Taro venceu o ex-top do Championship Tour (CT) e seu técnico da equipe dos EUA, Brett Simpson, antes de enfrentar o paulista de Praia Grande David do Carmo na final.

Na grande final, David Do Carmo cometeu uma interferência de prioridade, perdendo sua segunda maior nota e tirando suas chances de vencer a bateria depois do impecável ataque de backside de Watanabe, que lhe valeu 8,00 pontos.

"Ainda não caiu a ficha, estou sem palavras", disse Watanabe. "Assim como com o Cory (Arrambide), que foi uma bateria forte ontem, Brett (Simpson) é um dos meus heróis e, em seguida, David (do Carmo), que vi surfar contra Mick (Fanning) e os caras do CT. É surreal surfar com eles e vencê-los (risos)."

Apesar de seu erro na final, a performance de David Do Carmo foi eletrizante em todo o SLO CAL Open em Morro Bay. O frontside do veterano do QS estava em plena exibição, assim como o backside dizimador, que o ajudaram a ser uma ameaça bem conhecida em 2015, quando derrubou o tricampeão mundial Mick Fanning no Oi Rio Pro. Mas o jovem de 35 anos está constantemente aprendendo com os bons e maus momentos e buscará mais em 2020 após esse grande resultado.

"Foi uma final emocionante, eu me diverti muito aqui e adoraria ter vencido o evento para meus amigos, família e Brasil, mas acabei cometendo uma interferência em uma onda, parabéns a Taro". disse David do Carmo. "Eu sabia que ele tinha prioridade, mas entrei na onda e sabia que quando nos misturássemos havia uma chance de eu ser penalizado. Para mim, era 50-50, mas é assim que acontece às vezes. Perguntei a Taro o que aconteceu e examinamos a matemática e ambos concordamos que estava praticamente terminado. Funciona como uma lição, e eu definitivamente vou usar essa experiência em minhas futuras baterias. Eu estava muito instigado para pegar ondas, mas estou ainda empolgado com a maneira como me apresentei durante todo o evento aqui na Califórnia e estou ansioso para o próximo".

Uriel Sposaro ficou na 3ª colocação, confira entrevista com ele depois de avançar bateria no SLO CAL Open Morro Bay:

Um turbilhão de eventos para Gomez terminou em glória depois de vencer sua bateria nas quartas de final e levar esse momento para uma forma imparável no dia da final. A jovem de 20 anos teve que superar a ameaça de evento Makena Burke nas semifinais antes de enfrentar um dos maiores talentos de 2020, Sawyer Lindblad, que estava em busca de vitórias consecutivas para começar seu ano. Gomez prosperou sob pressão, conquistando vitórias e usando sua experiência como cinco vezes campeã mundial de SUP a seu favor - traduzindo finalmente esse sucesso para o surf profissional.

Fonte: WSL

Comentários

Galerias | Mais Galerias