#competição #canoa 
Santos - São Paulo - Brasil

31 equipes largam juntas na 17ª Volta à Ilha de Santo Amaro

Fábio Maradei

Com 31 equipes largando juntas, 17ª Volta à Ilha de Santo Amaro de Canoa Havaiana promete disputa emocionante neste sábado. Meeting de abertura é nesta sexta-feira à noite no Comfort Hotel Santos.

Previsão Surfguru para Santos - SP

Com 31 equipes largando juntas, a 17ª Volta à Ilha de Santo Amaro de Canoa Havaiana promete uma disputa emocionante neste sábado (14) na Baixada Santista. A prova com 75 km de remadas ininterruptas terá início às 8 horas, na Praia da Aparecida, em Santos, mesmo local da chegada, prevista para acontecer entre 13h30 e 14h. Os atletas enfrentarão trechos de mar, rio e o Porto, passando também por Guarujá e Bertioga, num desafio que exige muita força, resistência e, acima de tudo, estratégia.

A grande novidade neste ano será a transmissão ao vivo de toda a disputa pela internet e também num telão de LED, proporcionando ao público a chance de assistir cada momento. “Por ser uma prova totalmente de mar, que só temos a largada e chegada na praia, fica difícil acompanhar. Vamos mostrar tudo, inclusive a galera embarcando nos barcos de apoio”, comenta o organizador Fábio Paiva, citando que pela internet a Volta será transmitida no www.fabiopaiva.com.br e pelo link https://www.youtube.com/watch?v=iA0XafTcwz4.

“Agora, quem estiver na praia ou mesmo longe, pode ver toda a emoção, a garra, a superação, as trocas”, reforça Paiva, citando os revezamentos durante o percurso. Cada equipe conta com nove atletas, sendo que três vão no barco de apoio para as constantes substituições com a canoa em movimento. “É uma prova muito complexa, somos criteriosos em regras e normas. Fechamos o maior porto do Hemisfério Sul para a largada. Temos de ter tudo organizado”, reforça.

CORONAVIRUS - Atento a tudo, ele anuncia que as previsões de tempo e de mar são excelentes. “Sol, mar bem calmo e pouco vento, salvo raras exceções. Teremos alguma nebulosidade, mas predominância de sol e, por isso, calor durante toda a prova”, informa o organizador.

Fábio também lembrou que a organização também orientará os atletas quanto às medidas preventivas a respeito da transmissão do Coronavirus. “Vamos evitar cumprimentar as pessoas nessa edição. Entendemos o momento delicado que estamos passando, mas não conseguiremos cancelar a prova devido a tantos envolvidos e a toda logística já construída pelos participantes”, afirma Carla Greco, da comissão organizadora da prova.

DESDE 2016 - Patrocinador master pelo quinto ano consecutivo, a DP World comemora a parceria no evento, que tem grande identidade com o terminal, com o percurso passando pelo Porto. A empresa faz parte do Grupo DP World (Dubai Ports World) movimenta contêineres e celulose e gera mais de mil empregos diretos e 2 mil indiretos.

“A DP World Santos é uma das grandes incentivadoras do esporte da região e, desde 2016, está apoiando a tradicional Volta à Ilha de Santo Amaro, que é uma das maiores competições de canoagem do mundo”, fala o diretor comercial e de relações institucionais do Terminal, Fábio Siccherino. “Acreditamos que, ao atrelarmos a nossa marca à Volta à Ilha, demonstramos o nosso compromisso com a Cidade e com a saúde das pessoas. Além disso, é uma forma que encontramos de valorizar os esportes marítimos e dar visibilidade ao maior Porto da América Latina e toda a sua importância dentro do cenário econômico do Brasil”, ressalta.

FAVORITISMO – Das 31 equipes na prova, a Samu Team Brazil chega como grande favorita ao hexacampeonato geral. O time vem com a mesma base das outras cinco vitórias e também do atual recorde, feito em 2018, com 5 horas 41 segundos e 12 segundos, contando com nomes fortes como Sérgio Prieto, Rafael Leão, um dos mais experientes da modalidade, Murilo Pinheiro, Dave Macknight, Alan Reynol e Luiz Guida, o Animal.

“Também temos atletas jovens para reforçar o time, como o Vitor Pogetti, Robert Almeida e o Rafael Santacreu. Estamos focados em fazer uma boa prova e o recorde será consequência de condições favoráveis ao nosso desempenho”, afirma o capitão da equipe, Prieto, lembrando outro importante reforço, atuando como apoio, Vagner Riesco, antigo destaque da rival Brucutus, que conhece muito bem o percurso, sobretudo o Canal de Bertioga, segunda parte da disputa.

A 17ª Volta à Ilha de Santo Amaro de Canoa Havaiana tem o patrocínio de DP World Santos, através do Promifae/Semes, e copatrocínio da Opium Caiaques e Canoas. Apoios: Panificadora Rainha da Barra, Sabesp, Baraçaí, Secretaria Municipal de Esportes de Santos, Drones Litoral e FMA Notícias. Organização da Canoa Brasil, com supervisão da Abracha – Associação Brasileira de Canoa Havaiana.

Comentários

Galerias | Mais Galerias