#competição #surf 
São Sebastião - São Paulo - Brasil por Fábio Maradei

Nova geração comemora títulos em Juquehy

O Hang Loose Surf Attack 2019 foi encerrado com disputas acirradas e emocionantes. Sophia Gonçalves, Anuar Chiah e Kailani Rennó comemoraram títulos na etapa final do Hang Loose Surf Attack, na Praia de Juquehy.

Novamente com ondas pequenas, de meio metro, mas com muito sol, o terceiro e último dia da 4ª etapa na Praia de Juquehy, em São Sebastião, teve a definição dos campeões de mais duas categorias. Na feminina (sub16), Sophia Gonçalves, garantiu o título ainda na semifinal.

Já entre os caçulas da petit (10 anos para baixo), o paranaense Anuar Chiah comemorou o título do ranking, mas por ser de outro estado, Kailani Rennó, de Ubatuba, foi declarado o campeão paulista. Os dois atletas repetiram os resultados de 2018. Por cidades, São Sebastião confirmou o favoritismo e levou, mais uma vez, o título por equipes, com uma vitória convincente sobre Ubatuba.

O grande destaque individual em Juquehy foi o ubatubense Ryan Kainalo, que já tinha faturado o título da iniciante na etapa passada e agora venceu a sua categoria e também a acima, a mirim (sub16). Murillo Coura, de São Sebastião, também com o título antecipado da estreante (sub12), ratificou a conquista, com nova vitória e ainda foi o quarto na iniciante.

Na feminina, Luana Reis, talento que vem despontando em São Sebastião, “carimbou” a faixa da campeã Sophia Gonçalves, com sua primeira vitória no Hang Loose. Na petit, mais uma festa local, com João Vitor. Além dos vitoriosos, chamaram a atenção Sunny Pires, também representando São Sebastião, com o segundo na iniciante e o terceiro na mirim; e Eduardo Mulford, de Ubatuba, que disputou o título paulista da petit até a bateria final, ficando em terceiro na sua faixa etária e em quarto na estreante.

No sábado, já haviam sido definidos os campeões da júnior (sub18), com Daniel Adisaka, de São Sebastião, levando o primeiro lugar (única posição que lhe garantia a conquista), e da mirim, com o também sebastianense Cauã Gonçalves, ao terminar na segunda colocação. Nesta última categoria, o catarinense Heitor Mueller garantiu o título geral, mesmo não competindo na etapa (representa o Brasil no ISA Junior Championship, nos EUA), a sua segunda conquista seguida no Circuito – também foi campeão iniciante em 2018.

Depois de 14 anos, a Praia de Juquehy voltou a receber uma etapa do Hang Loose Surf Attack e, mesmo com ondas pequenas, as disputas foram um sucesso, com mais de 200 participantes. Na categoria feminina, Sophia Gonçalves poderia até mesmo ficar em quinto lugar, mas avançou para a final e brigou pela vitória até o final. Chegou a liderar boa parte da disputa, até Luana Reis tirar um 4,10 e pular de terceira para primeira e também fazer uma grande festa.

A nova campeã também comemorou a inédita conquista. “A minha emoção é muito grande. É um campeonato tão importante com tantas atletas boas. Fico muito feliz em dar este passo. Esta etapa foi difícil, pelas condições do mar, sem muitas ondas, mas me superei e isso para mim foi importante, porque uma atleta tem de estar preparada para qualquer situação”, disse Sophia, que na segunda etapa perdeu ainda nas quartas-de-final, mas não desanimou.

“Só me motivou. Quando eu perco, eu tento tirar da situação ruim algo bom, pois sei que tenho muito que galgar para chegar lá. Dedico esse título a Deus, à minha família e ao Instituto Gabriel Medina pois tudo que sei foi através dos treinos, e o Polaco, meu técnico, que sempre está comigo nas competições”, acrescentou a atleta de apenas 13 anos.

Na petit, Anuar garantiu o bicampeonato do Circuito e faltava, então, a decisão de quem seria o campeão paulista. Campeão em 2018, Kailani cometeu interferência (atrapalhou a onda do rival e foi punido com a perda de parte de uma de suas notas) na semi e acabou ficando em quinto lugar, mesmo tirando um 8.

Assim, abriu caminho para seu conterrâneo Eduardo Mulford tentar a conquista. Para isso, ele precisava vencer e começou muito bem a final, com uma nota 6, ficando na ponta boa tarde da disputa, até que João Vitor garantiu um 6,75 e assumiu a ponta. Com isso, Kailani foi novamente o campeão paulista.

Na iniciante, Ryan Kainalo confirmou o favoritismo. Sunny Pires se mostrou um forte rival, mas o campeão teve as duas melhores notas da final, fechando com um 6,90. Depois, na estreante, Murillo Coura garantiu a sua terceira vitória em quatro etapas, com a melhor nota da bateria, um 7. Na disputa por cidades, os donos da casa mostraram grande superioridade. Das seis finais, foram quatro vitórias, sendo que nas outras duas categorias, tiveram o segundo lugar. Como prêmio, São Sebastião ganha um prêmio de R$ 2,5 mil da Federação Paulista de Surf.

Se nas ondas, as disputas foram acirradas, mesmo em condições difíceis, na areia, a diversão foi grande nas tendas da Hang Loose e seus parceiros, com muitos jogos, como ping-pong, brincadeiras, desenhos e gincanas. A ideia é sempre criar um ambiente alegre para os jovens talentos que estão começando nas disputas, assim como foi com Gabriel Medina, Filipe Toledo, Adriano de Souza e tantos outros surfistas que também passaram pelo Circuito iniciado em 1998.

O Hang Loose Surf Attack 2019 teve os patrocínios de Sthill, Super Tubes, Surf Trip, Kyw, Overboard Action Sports Store, Hot Water, Rhyno Foam e CT Wax. Apoios da Prefeitura Municipal de São Sebastião, Associação de Surf de São Sebastião (ASSS), Governo do Estado de São Paulo/Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, com divulgação de Waves e FMA Notícias. Organização da Federação Paulista de Surf.

RESULTADOS

CATEGORIA FEMININA (SUB16)

1 Luana Reis – São Sebastião

2 Sophia Gonçalves – São Sebastião

3 Kemily Sampaio – Praia Grande

4 Mayara Zampieri – São Sebastião

CAMPEÃ DO CIRCUITO E PAULISTA – Sophia Gonçalves – São Sebastião

CATEGORIA PETIT (SUB10)

1 João Vitor – São Sebastião

2 Anuar Chiah – PR

3 Eduardo Mulford – Ubatuba

4 Kalani Robles – Ubatuba

CAMPEÃO DO CIRCUITO – Anuar Chiah – PR

CAMPEÃO PAULISTA – Kailani Rennó - Ubatuba

CATEGORIA ESTREANTE (SUB12)

1 Murillo Coura – São Sebastião

2 Kailani Rennó – Ubatuba

3 Ryan Coelho – PR

4 Eduardo Mulford – Ubatuba

CAMPEÃO DO CIRCUITO E PAULISTA – Murilo Coura – São Sebastião

CATEGORIA INICIANTE (SUB14)

1 Ryan Kainalo – Ubatuba

2 Sunny Pires – São Sebastião

3 Tierres Alves – Mongaguá

4 Murillo Coura – São Sebastião

CAMPEÃO DO CIRCUITO E PAULISTA – Ryan Kainalo - Ubatuba

CATEGORIA MIRIM (SUB16)

1 Ryan Kainalo – Ubatuba

2 Cauã Gonçalves – São Sebastião

3 Sunny Pires – São Sebastião

4 Guilherme Fernandes – Ubatuba

CAMPEÃO DO CIRCUITO – Heitor Mueller - SC

CAMPEÃO PAULISTA – Cauã Gonçalves – São Sebastião

CATEGORIA JÚNIOR (SUB18)

1 Daniel Adisaka – São Sebastião

2 Diego Aguiar – Ubatuba

3 Lucas Lisboa - Ubatuba

4 Pedro Pupo – Guarujá

CAMPEÃO DO CIRCUITO E PAULISTA – Daniel Adisaka – São Sebastião

CIDADES

1 São Sebastião

2 Ubatuba

3 Praia Grande

4 Guarujá

CAMPEÃO – São Sebastião

Comentários

Galerias | Mais Galerias