#competição #surf 
Ubatuba - São Paulo - Brasil por Fábio Maradei

Brasileiro de Surf Feminino tem decisão em Ubatuba

A decisão dos títulos do Circuito Brasileiro de Surf Feminino está confirmada para os dias 18 a 20 de outubro, novamente na Praia de Itamambuca, em Ubatuba, litoral norte de SP.

Previsão Surfguru de águas rasas para a Praia de Itamambuca - SP

Os grandes destaques ficam para as disputas profissionais, nas categorias pro-adulto e na pro-júnior, definindo as novas campeãs da Associação Brasileira de Surf Profissional (Abrasp) e com R$ 20 mil de premiação.

“Essa será a última etapa válida para o ranking 2019, tanto para as atletas profissionais quanto da pro-júnior. Temos um compromisso com a família Dantas, que há cinco anos realiza, de forma excepcional esse campeonato, de sempre definir as campeãs brasileiras. Mesmo que sejam realizadas outras etapas que estejam dentro da premiação Abrasp até o final do ano, não contarão pontos no ranking, mas as atletas estarão autorizadas a participar, porque é importante que elas estejam competindo”, anunciou o diretor executivo da Abrasp, Pedro Falcão.

“Temos um acordo no início do ano, essa etapa finaliza o nosso tour Abrasp feminino 2019”, reforçou Pedro. Além das disputas oficiais da Abrasp, o encontro tem a categoria longboard, os pranchões, e as disputas de base, na sub10, sub12, sub14 e sub16, promovendo o incentivo à nova geração.

Criado pelo surfista Wiggolly Dantas, o Guigui, o evento tem nova etapa graças ao convênio firmado entre a União, por intermédio da Secretaria Especial do Esporte, do Ministério da Cidadania, e a Prefeitura Municipal de Ubatuba. Também conta com os patrocínios da Wizard by Pearson, que é parceira oficial desde a edição inicial há cinco anos, Radical Times, Ubadesklimp e Ubasurf Motors.

As inscrições já podem ser feitas diretamente com a Abrasp, por depósito bancário na conta corrente da entidade – Bradesco agência 3233 cc 85626-6 – CNPJ 31.886.401/0001-14. Na pro-adulto a taxa é de R$ 180,00; na pro-júnior, R$ 120,00; na longboard, R$ 150,00; e nas amadoras, R$ 90,00. Os comprovantes devem ser enviados via-mail para abraspfeminino@gmail.com. Informações pelo WhatsApp (21) 99140-9715, com Pedro Falcão.

Na etapa passada, finalizada no último dia 15 em Itamambuca, a vitória principal ficou com a pernambucana Monik Santos, que passou da sexta para a segunda colocação no ranking Abrasp 2019. A atual campeã e líder, Camila Cássia, fez nova final “em casa”, ficando em terceiro lugar, mas manter boa vantagem na disputa pelo bicampeonato. Na pro-júnior, quem levou a melhor foi a carioca Maju Freitas, deixando a líder e conterrânea, Júlia Duarte, em segundo.

Nos pranchões, vitória da experiente Mainá Thompson, do Rio de Janeiro. Entre as amadoras, o grande nome foi Nairê Marquez, talento local, que faturou a sub16 e a sub14 (e ainda fez final na pro-júnior). Gabriely Vasque, do Paraná, foi a melhor na sub12, enquanto que entre as caçulas da sub10 novo domínio da peruana Catalina Zariquiey.

Idealizado pelo surfista Wiggolly Dantas, o Circuito Brasileiro de Surf Feminino em Ubatuba é resultado de convênio firmado entre a União, por intermédio da Secretaria Especial do Esporte, do Ministério da Cidadania, e a Prefeitura Municipal de Ubatuba. Patrocínios da Wizard by Pearson, Radical Times, Ubadesklimp e Ubasurf Motors, com apoios da Banana Wax, Padaria Itamambuca, Gangster e Quiosque Tia Albertina.

Colaboração: Fisioterapia Sérgio Neri, Pono Beachwear, Gigi Watery, Pousada Canto do Dado, Silva Indaiá Supermercado, Lazybbag, EaD Unitau, ONG Esmeralda, Dantas, Byrne e Firma. Divulgação: Waves e FMA Notícias. Supervisão técnica da Associação Brasileira de Surf Profissional (Abrasp), Federação Paulista de Surf e Associação Ubatuba de Surf (AUS).

 

Comentários

Galerias | Mais Galerias