#competição #comunidade 
Miyazaki - Japão por Fábio Maradei

Filipe Toledo disputa o ISA World Surfing Games no Japão

Em busca da elegibilidade para os Jogos Olímpicos de Tóquio, Filipe Toledo disputa o ISA World Surfing Games no Japão.

Previsão Surfguru para Miyazaki - JAP

Atual líder do ranking da World Surf League (WSL), o brasileiro Filipe Toledo é uma das estrelas que disputará o ISA World Surfing Games, que começa no sábado (7), na praia de Miyazaki, no Japão. A participação no evento é um um dos requisitos para a elegibilidade dos atletas para a participação nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020. Foram chamados os três melhores atletas de cada país (homens e mulheres) após a quarta etapa do Circuito, em Margaret River, na Austrália.

A disputa será realizada onze meses antes da estreia do surf como modalidade olímpica e, com surfistas de 55 nações, promete ser uma das mais badaladas de todos os tempos. Filipinho já tem história nos eventos da International Surfing Association (ISA) e em 2011, garantiu o título mundial sub16 no Peru, com uma virada emocionante a 30 segundos do final, com um aéreo reverse, comemorando a então inédita conquista por um brasileiro.

“Lembro bem daquela final no Peru. Este título foi marcante na minha carreira”, comenta o atleta, que apesar de estar com o foco totalmente para a próxima etapa do Championship Tour, no Surf Ranch, não descarta o empenho para um novo triunfo. “Esta obrigatoriedade não estava nos meus planos, mas já que estamos aqui, porque não pensar em mais um título para o Brasil?”, afirma o líder do CT.

Ele também aproveita para já se familiarizar com o país sede dos Jogos Olímpicos, apesar que as disputas em 2020 serão na praia de Tsurigasaki. “Ainda tem muita coisa para acontecer ainda, mas ajuda bastante numa possível classificação, embora as disputas não sejam aqui em Miyazaki”, argumenta o competidor, que também vive novamente o clima de representar o País por equipes. “É bem diferente do que estamos acostumados, mas acaba se tornando interessante e é sempre bom defender o Brasil”, diz Filipe, que viajou para o Japão, acompanhado do pai, Ricardo Toledo.

Logo depois do ISA Games, Filipe retorna para a Califórnia/EUA para defender a liderança do ranking na etapa no Surf Ranch, a piscina de ondas, a partir do dia 19. “É gratificante poder chegar na piscina com a lycra amarela de número 1 do Mundo, ainda mais esse ano que tem muita gente diferente ganhando. Toda hora sempre um bem perto do primeiro colocado”, relata.

“Sair como líder de Teahupoo, que é sempre um desafio, garante confiança muito grande para chegar na piscina, onda que eu gosto e me sinto à vontade e fazer o meu trabalho da melhor forma, com alegria, confiante para manter essa amarelinha até o final do ano e aí sim chegar ao título e também estar confirmado na Olimpíada de Tóquio. Deus é bom”, conclui Filipe Toledo, que tem os patrocínios da Hurley, Oi, Monster, Nike, Oakley, Jeep, GoPro, SumBum, Smoothstar, Stance, Sharp Eye Surfboards e FCS.

Com melhores resultados na temporada a vitória na etapa de Saquarema, o segundo lugar em Bells Beach (Austrália), o terceiro em JBay (África do Sul) e o quinto em Bali (Indonésia), Filipe aparece em primeiro lugar no ranking da WSL. Restam ainda quatro etapas e, além de Surf Ranch, Portugal, França e a final no Havaí.

Vale lembrar que, de acordo com o sistema olímpico de qualificação, os dez melhores homens elegíveis e as oito mulheres (no máximo dois por país em cada gênero) - no final do ranking do CT deste ano - garantirão vagas para os Jogos de Tóquio. Além de Filipe, o Time Brasil no ISA World Surfing Games em Miyazaki conta com Gabriel Medina, Italo Ferreira, Tatiana Weston-Webb, Silvana Lima e Tainá Hinckel e tem o suporte do Comitê Olímpico do Brasil (COB).

Comentários

Galerias | Mais Galerias