#ciência #tecnologia #comunidade #surf 
Lima - Peru por Bernardo Soares

Joso Tablas aposta em Shape de High Performance

Sarapampa fica a 107 quilômetros de Lima e foi lá na década de oitenta que o shaper peruano Joso, deu os seus primeiros passos no surf.

Joso foi motivado pelas constantes viagens proporcionadas por seu pai, que adorava pescar por aqueles trechos ainda desertos do litoral sul, onde levava a família inteira na kombi para acampar durante os finais de semana.

Foi ali que começou a passar mais tempo observando os poucos garotos que se aventuravam no outside em busca das olas. Logo Joso decidiu também experimentar o surf com as boogie boards da época.

Alguns anos e várias pranchas usadas depois o então adolescente que completaria 15 anos, pediu ao pai a tão sonhada tabla sob encomenda, quando recorreu a um dos maiores e mais lendários shapers ainda em atividade no seu país, levou seu pai para acertar os detalhes com Wayo Whilar. 

Assustado com o valor, seu pai lhe disse que não tinha como pagar pelo presente. Na saída, ao ver o garoto desapontado, fez um trato e uma promessa: se o aspirante a surfista lavasse o grande utilitário da família todas as semanas, dali a um ano a prancha seria sua. Foi através daquela primeira prancha que iniciou-se um relacionamento com aquele que viria a ser o seu grande "surfguru", o cara que lhe passaria todos os detalhes da arte de esculpir blocos de poliuretano alguns anos adiante. 

Muitas voltas no globo mais tarde o então engenheiro industrial que se mantinha na área de logística de uma multinacional, continuava sonhando em viver mais perto do surf e distante do stress típico das grandes cidades. 

Hoje, mais de dez anos depois da difícil decisão de trocar uma vida estável por uma aventura no empreendedorismo, Joso não se arrepende daquela escolha de comprar os primeiros 5 blocos que iniciariam a sua trajetória como shaper. Vivendo em Punta Hermosa, atualmente fabrica as suas pranchas com vista para o pico de Señoritas, spot muito próximo da lendária onda de Pico Alto, cobiçada por big riders mundo afora. 

Joso usa agora a experiência adquirida para desenvolver o projeto ao qual batizou de Torq6, nome que surgiu da busca pelo controle do "torque" que em espanhol significa torção, flexão, criando assim uma prancha de alta performance, feita com materiais especiais que a tornam super leve, mas, ao mesmo tempo ultra resistente. Laminada com resina epóxi e usando uma alta gramatura de fibra de carbono no deck, a prancha usa um bloco de EPS sem longarina o que garante um equipamento extremamente rápido e ao mesmo tempo muito rígido, que absorve impactos, diminui vibrações e proporciona respostas seguras nas manobras.

Hoje o piloto de testes dos seus foguetes é o chileno Roberto Ilufin, local de Arica, que este ano competirá no QS 3000 nos tubos de El Gringo, onda comparada a Pipeline pelos tuberiders internacionais.

Quando não está ocupado com seus projetos e equipamentos especiais, Joso gosta de descansar na pacata praia de Plateritos, que fica na cidade de Tumbes no litoral norte, que está a uma hora e meia dos clássicos picos de Lobitos e Cabo Blanco. Joso destaca ainda que há muitas ondas fantásticas a serem descobertas em toda a zona de Plateritos, local ainda pouco explorado pelo surf no país, onde os melhores swells entram de dezembro a março.

O shaper convida a todos para conhecerem a sua casa através das páginas do Instagram (plateritos 1206) e do Airbnb, o lugar é um ótimo refúgio na beira do mar recomendado a todos que desejem desbravar as ondas do norte peruano.

 

Comentários

Galerias | Mais Galerias