#competição #meio ambiente #comunidade #educação #cultura #surf 
São Francisco do Sul - Santa Catarina - Brasil por Surf Talentos

Surf Talentos dá show com ações Socioambientais

Nem mesmo a previsão de chuva e fortes ventos impediu que o Circuito Surf Talentos, apresentado pela rede Mini Kalzone, contribuísse para a formação cidadã da nova geração.

Seguindo o cronograma previamente divulgado, no final da manhã, com tempo aberto e calor, foi realizada uma limpeza de Praia e do Sambaqui. Foram formados dois grupos, um para recolher o microlixo da beira da Prainha e outro para recolher resíduos maiores no Sambaqui.

A ação foi encabeçada pela ONG EcoLocal, em parceria com o Projeto KeepThe Ocean Blue, Carbo Brasil, Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA) e UNIVILE (Projeto de Monitoramento de Praia, Projeto Toninhas, Babitonga Ativa).

Em 45 minutos de coleta, 25 pessoas retiraram 61kg de lixo da praia. Estes resíduos foram tirados e juntados com os resíduos sólidos gerados pelo evento (que possui coleta seletiva). Estes resíduos recicláveis serão trocados por hortifrútis na ECOFEIRA da SMMA. Estes hortifrútis serão doados para uma instituição carente no município, indicada pela Prefeitura. Foram coletados dados para a SMMA cadastrar essa atividade no processo de adesão do município na Campanha Mares Limpos da ONU (Organização das Nações Unidas).

As exposições socioambientais que aconteceram no sábado também foram instaladas na manhã deste domingo, porém, com a entrada de um vento sul forte ao meio dia ela foi interrompida.

O Circuito Surf Talentos Oceano é referência em utilização do esporte como ferramenta para a conscientização socioambiental e fomento de hábitos saudáveis de vida. Isto muito se deve por ser patrocinado por empresas com grande Responsabilidade Socioambiental como a Oceano Surfwear e a rede Mini Kalzone, que busca incentivar a prática esportiva e oferecer alimentos de qualidade e saudáveis.

ETAPA NEUTRALIZADA ANTES MESMO DE REALIZADA! EVENTO LIVRE DE CARBONO!

O Circuito apresentado pela rede Mini Kalzone deu start nesse final de semana, e na sexta-feira prévia ao evento já deixou bons legados no município.

A ação teve o objetivo de neutralizar as emissões de gases de efeito estufa gerados pelo evento, deixando de potencializar o Aquecimento Global do planeta, que é um dos principais desafios ambientais do século.

O plantio foi realizado no Parque Estadual do Aguaí, por indicação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de São Chico. A área é uma Unidade de Conservação Estadual de Proteção Integral, gerida pelo IMA (Instituição de Meio Ambiente), que possui grande parte do seu território dentro dos limites do município (principalmente na praia Grande).

As mudas de Araçá (Psidium cattleianum) foram cedidas pela empresa Vega ArcelorMittal, e são oriundas de um banco de sementes do próprio Parque, evitando alterações na variabilidade genética da flora local. Esta foi uma das condicionantes impostas pelo Parque na sua Autorização de Plantio.

Diversos atletas locais, atletas do Projeto Keep The Ocean Blue e alunos da Escola de Surfe SURFEBEM foram guiados pelo Geólogo do Parque (Tarcísio), que indicou uma trilha em processo de recuperação ambiental para receber estas mudas.

A ação foi realizada na borda de uma trilha, como medida preventiva diante da exposição das crianças a eventuais problemas com animais peçonhentos.

Conforme o Geólogo Tarcísio: “A área do Parque representa ainda uma superfície relativamente grande (aproximadamente 6.700 hectares) onde a vegetação está em estado avançado de regeneração (em torno de 60% do Parque), e guarda ainda em alguns locais a paisagem típica, muito pouco antropizadas. Abaixo da terra tem muita água doce. A paisagem e a vegetação do Parque é o que estabiliza a linha da costa. O Parque ainda é considerado um dos principais sítios arqueológicos do sul do Brasil, com 42 sambaquis, fora oficinas líticas e outras coisas. Guarda muita história colonial importante, como a época da mandioca e de outros produtos da região”.

Tarcisio ainda complementa, dizendo que: “A área está em processo de estatização, ou seja, o Estado está comprando a área. O objetivo é que a nova geração possa conhecer um pouco da originalidade da nossa área. Ela tem uma importância ecológica muito grande, mas também sociocultural. O Parque é aberto a visitação, que deve ser agendada no escritório, e quem estiver interessado em conhecer e visitar com a gente é só vir”.

Ao finalizar, Tarcísio acaba desabafando um pouco: “As principais áreas degradadas são devido ao trafego de veículos sobre a vegetação fixadora de dunas, e é difícil fazer esse pessoal entender que em função da atividade deles a restinga praticamente desaparece, o vento joga a areia para a restinga do fundo, e começa a matar tudo. Já temos algumas áreas que já estão morrendo. (...) A nossa função aqui é impedir que caçadores, extratores de areia, extratores de vegetação, pessoas que botam fogo na vegetação e outros usos que possam destruir isso. (...) é um trabalho longo, de conscientização, e é muito bom receber este grupo do Surf Talentos aqui.

No meio da ação, Rodrigo Bareja (proprietário do Hostel Dunas House) contribuiu falando que: “O que vai mudar esta história daqui pra frente é justamente a educação ambiental, principalmente da galera de base. Hoje em dia o surfe está muito ligado à pauta ambiental, o Circuito Surf Talentos está mostrando isso a cada etapa em todos os lugares por onde passa”.

O evento é realizado pela empresa Swell Eventos, com a supervisão da associação local de surfe e da FECASURF (Federação Catarinense de Surf). Patrocinam o Circuito a marca Oceano Surfwear e a rede Mini Kalzone, com o Copatrocínio da Banana Wax; Kbral Autocenter; Sibon Charters.

A primeira etapa do Circuito Surf Talentos Oceano 2019 teve o Patrocínio local dos Supermercados Barão e da Prefeitura Municipal de São Francisco do Sul, como o Apoio local dos seguintes estabelecimentos: Bar e Restaurante Ta Na Onda; Bar do Banana; Restaurante Deck 66; Pastelaria Enseada; Pizzaria Canto da Pizza; Restaurante Navegador; Restaurante Rei do Frango; Harry Restaurante; Pousada Sombrero Verde; Dunas House; Pousada da Ilha.

As ações socioambientais ficaram por conta do Projeto Keep The Ocean Blue, da Secretaria de Meio Ambiente de São Chico, da ONG EcoLocal, da empresa Carbo Brasil, Escola de Surf SURFEBEM e da Univille (Projeto de Monitoramento de Praia, Babitonga Ativa e Projeto Toninhas).

Comentários

Galerias | Mais Galerias