#competição #surf 
Guarujá - São Paulo - Brasil por Fábio Maradei

Alax Soares é o supercampeão do Guarujá Open de Surf 2018

Um dos principais nomes revelados nos últimos anos em Guarujá, Alax Soares confirmou a excelente fase com o título de supercampeão do ASG apresenta Rip Curl Guarujá Open de Surf 2018.

O título especial, disputado entre os campeões municipais, foi comemorado no último domingo (2), na 2ª e decisiva etapa do Circuito, na Praia do Tombo. Alax foi o campeão da categoria open, com 100% de aproveitamento, e também fez bonito na categoria pro-am.

Depois, foi para a disputa especial e entrou para a galeria de supercampeões, criada em 2002. Como prêmio, faturou uma viagem para o Peru, oferecida pela Welcome Surftrips. Ele comemorou no pódio e de lá, permaneceu na praia, mas para trabalhar no final de tarde de domingo, como guarda-vidas temporário, em Guarujá. “Foi uma emoção muito grande e mais um sonho sendo realizado, com meus pais e meus amigos na praia. Não tinha como ser melhor”, vibrou Alax.

“Esse título foi muito importante para acreditar que tudo é possível. A final foi de alto nível e em condições difíceis, porque o mar estava pequeno. Tive de tirar leite de pedra, mas achei duas ondas que me levaram à vitória”, contou o supercampeão, também lembrando a dupla jornada no domingo. “Foi super cansativo, sair do campeonato e trabalhar de guarda-vidas, mas não há vitórias sem luta”, ressaltou o também bicampeão paulista júnior e duas vezes campeão do A Tribuna Colegial.

A etapa final do ASG apresenta Rip Curl Guarujá Open também teve como destaque, novamente, o jovem talento Ryan Araújo, desta vez vencendo duas finais, para ficar com dois títulos municipais – na estreante (sub12), também invicto, e na iniciante (sub14). Quem também teve comemoração dupla foi Edgard Groggia, com vitória e título na pro-am e, de quebra, voou alto para levar o Tidbit Air Show.

Outro nome que fez bonito foi o veterano Amaro Matos, vencedor da etapa na legends (45+), para ficar com o título, e quarto na longboard, que teve como vitorioso e campeão do ranking, Carlos Bahia, de São Sebastião. Na master (35+), Dárcio Dias foi o vitorioso, com direito a maior nota do evento, um 9,5, e terminou o ranking empatado com Anderson Robert.

O mesmo Dárcio também chegou na final open, ficando em quarto lugar. No sup surf, quem comemorou foi Leonardo Gimenes, de São Vicente, com o primeiro lugar tanto na etapa quanto na pontuação 2018. Entre as meninas, comemoração dupla de Louisie Frumento, vencendo a etapa e terminando em primeira da temporada. Atenção também para Jonas Lima segundo no sup e no longboard

Ainda nas categorias de base, um dos focos do Circuito, para a revelação e formação de novos talentos, Kalani Robles, de Ubatuba, venceu na petit (sub10), que teve como campeão John Muller; Yuri Beltrão faturou a mirim (sub16), com Luis Juquinha terminando à sua frente no ranking por apenas oito pontos; e Luan Hanada, que já foi supercampeão do Circuito em 2016, ganhou na júnior (sub18) e confirmou mais um título, além de ter sido o segundo na open.

Dois atletas do Instituto Gabriel Medina, em Maresias, também merecem menção. Lucca Cassemiro competiu na superação, totalmente desidratado e, por pouco não venceu a iniciante, ficando com o vice, saindo da etapa direto para o hospital para tomar soro, enquanto que Ryan Coelho chegou a duas finais, sendo o segundo na estreante e o quarto na iniciante. Prata da casa e novo campeão petit, John Muller foi outro a mostrar disposição com o terceiro lugar na sua faixa etária na etapa e o quarto na acima, a estreante.

“O evento foi muito bom, com grandes resultados, alto nível técnico. Conseguimos realizar duas etapas esse ano, ampliar o número de categorias, e seguir revelando e formando talentos da Cidade. Temos de agradecer muito a todos os patrocinadores e apoiadores, que viabilizaram esse Circuito. Já estamos pensando em 2019”, falou o presidente da ASG, Ademir Silva, que durante a premiação fez várias homenagens, uma delas à Secretaria Municipal de Meio Ambiente pela manutenção do selo internacional Bandeira Azul, na Praia do Tombo, há uma década.

Ele também ressaltou a parceria de dez anos da Rip Curl como patrocinadora do Circuito. “É uma honra ter uma marca tão significativa no mundo do surf em nosso circuito”, falou Ademir, também lembrando que o Circuito deste ano prestará homenagem aos dois surfistas que levaram o nome de Guarujá ao Mundo este ano - o big rider Rodrigo Koxa, dono da maior onda já surfada até hoje, incluída no Guinness Records, e Luiz Diniz, bicampeão mundial de sup surf no ISA Word Championship, na China.

O Rip Curl Guarujá Open 2018 foi apresentado por ASG e teve o patrocínio de Prefeitura Municipal de Guarujá, com apoios de Welcome Surftrips Parakalo, Tidbit, Subway, Fu.Wax, Faup Lonas, Pousada do Forte, Colégio Don Domênico, Fundo de Areia, Ripwave, Sunzal, Hortifruti Guarujá, Clic Moment, CFour Shaper Supply, Gelatte e Najaca. Supervisão da Federação Paulista de Surf e divulgação da Hardcore. 

RESULTADOS DA 2ª ETAPA

PRO-AM

1 Edgard Groggia

2 Alax Soares

3 Luan Carvalho

4 Nathan Brandi

OPEN

1 Alax Soares

2 Luan Hanada

3 Ricardo Silva

4 Dárcio Dias

SUP SURF

1 Leonardo Gimenes

2 Jonas Lima

3 Daniel Ferlin

4 Michel Jonas

LEGENDS

1 Amaro Matos

2 Giovani Simioni

3 Kias de Souza

4 Cláudio Florencio

MASTER

1 Dárcio Dias

2 Anderson Robert

3 Gustavo Nastasi

4 Pedro Regatieri

LONGBOARD

1 Carlos Bahia

2 Jonas Lima

3 Amaro Matos

4 Marcelinho do Tombo

FEMININA

1 Louisie Frumento

2 Kemily Sampaio

3 Sarah Germiniani

4 Melissa Policarpo

JÚNIOR

1 Luan Hanada

2 Samuel Alves

3 Tarcisio Souza

4 Vitor Hugo

MIRIM

1 Yuri Beltrão

2 Pedro Pupo

3 Luis Juquinha

4 Derek Matos

INICIANTE

1 Ryan Araújo

2 Lucca Cassemiro

3 Vitor Santos

4 Ryan Coelho

ESTREANTE

1 Ryan Araújo

2 Ryan Coelho

3 Arthur Goulart

4 John Muller

PETIT

1 Kalani Robles

2 Victor Pompiani

3 John Muller

4 Deryc Silva

TIDBIT AIR SHOW – Edgard Groggia

Comentários

Galerias | Mais Galerias