#competição #surf 
Guarujá - São Paulo - Brasil por Fábio Maradei

Rip Curl Guarujá Open 2018 tem início sexta-feira na Praia do Tombo

Um dos mais tradicionais e fortes circuitos regionais do País, o ASG apresenta Rip Curl Guarujá Open 2018 tem início nesta sexta-feira (9), na Praia do Tombo, em Guarujá.

O evento organizado pela Associação de Surf de Guarujá (ASG) chega ainda maior esse ano, com a inclusão de novas categorias, como a legends, para competidores dos 45 anos em diante, com a proposta de homenagear surfistas que ajudaram a construir a história da modalidade.

Previsão de águas rasas para a Praia do Tombo - SP

Outra novidade é a disputa open, para atletas que ainda não se sentem preparados para a disputa profissional. Serão 180 atletas em ação, divididos em 13 categorias. Também estarão em ação a pro-am, com R$ 2,5 mil de premiação, a master (35 anos em diante), a longboard (pranchões), a feminina, a Sup Surf, a júnior (sub18), a mirim (sub16), a iniciante (sub14), a estreante (sub12) e a petit (sub10), além do Air Show, valendo o aéreo mais radical.

Como ocorre desde 2002, a competição terá como grande atrativo e diferencial o título de supercampeão guarujaense, uma disputa entre os campeões municipais da temporada (exceto da sub10, sub12, feminina e Sup Surf), tendo como prêmio especial uma viagem para o Peru, oferecida pela Welcome Surftrips, para o melhor entre os melhores. Este é o décimo ano consecutivo que a Rip Curl, uma das gigantes mundiais do mercado surfwear, patrocina o campeonato, que já contou com campeões mundiais, como Adriano de Souza e Luiz Diniz.

“Para a Rip Curl, esse evento é de grande importância, por ser na cidade onde temos o nosso escritório para as operações no Brasil, por isso temos essa relação com a Associação de Surf de Guarujá, com a comunidade. O Circuito sempre foi um grande revelador e formador de talentos locais e assumimos esse compromisso para fortalecer esse trabalho”, comenta o gerente de marketing da Rip Curl, Fernando Gonzalez, lembrando que a sede da marca está situada há 15 anos na Praia da Enseada.

EQUIPE - O presidente da ASG, Ademir Silva, comemora a realização de um circuito com duas etapas (a final será nos dias 30 de novembro, 1 e 2 de dezembro, novamente no Tombo) e a ampliação de disputas. “Estamos felizes pela renovação com a Rip Curl, que nos garante muita credibilidade. Seguimos com o nosso objetivo de fortalecer o surf guarujaense e este ano inovamos com os legends, porque Guarujá é uma cidade com muita história no surf e vale a pena enaltecer essa galera”, comenta.

Ele explica que além dos campeões municipais, o Rip Curl Guarujá Open 2018 tem grande importância por formar a equipe que disputará o Paulista Hang Loose Surf Attack em 2019 e também para ajudar a definir o incentivo ao atleta, benefício mensal da Prefeitura de Guarujá, no próximo ano. “Seguimos preparando os atletas de base, revelando talentos e o apoio do Poder Municipal é um grande incentivo”, ressalta.

INSCRIÇÕES - As inscrições para a etapa de abertura ainda seguem abertas e podem ser feitas no palanque fixo Paulo Tendas, na Praia do Tombo, das 14 às 17h. A taxa é de R$ 120,00 em todas as categorias, exceto na pro-am, que o valor é R$ 150,00. Informações com o diretor técnico do Circuito, Carmelo Seabra pelo telefone (13) 97403.2140.

O Rip Curl Guarujá Open 2018 é apresentado por ASG e tem o patrocínio de Prefeitura Municipal de Guarujá, com apoios de Welcome Surftrips Parakalo, Tidbit, Subway, Fu.Wax, Faup Lonas, Pousada do Forte, Colégio Don Domênico, Fundo de Areia, Ripwave, Sunzal, Hortifruti Guarujá, Clic Moment, CFour Shaper Supply, Gelatte e Najaca. Supervisão da Federação Paulista de Surf e divulgação da Hardcore.

Giovani Pontes faturou o supercampeão em 2017

No ano passado, Giovani Pontes faturou o título de supercampeão do Rip Curl Guarujá Open. Ele foi o campeão sub18 e também ficou com o título municipal da pro-am, porque o primeiro do ranking nessa disputa foi Gustavo Ribeiro, de Itanhaém. Luan Hanada, que foi o supercampeão em 2016, faturou o bicampeonato na sub16.

Já na sub14, o campeão foi Derek Matos, filho do lendário Amaro Matos. Na sub12 o melhor do Circuito foi Everton Freitas e na sub10, Daniel Duarte, de Bertioga, com Ryan Araújo declarado campeão municipal. Entre as meninas, Juliana Meneghel confirmou o favoritismo. 

Nos pranchões, Marcelinho do Tombo foi o campeão, enquanto que no Sup Wave Leco Salazar, de Santos, foi o único atleta com 100% de aproveitamento, com Michel Jonas sendo o campeão municipal. Na master, Kias de Souza ergueu o troféu pela primeira vez. Para completar a festa, Jessé Mendes, que hoje representa Guarujá na elite mundial, faturou o Air Show.

HISTÓRIA – O título de supercampeão foi criado em 2002, como forma de garantir emoção até o final do Circuito e valorizar os atletas de Guarujá. O maior vencedor é Magno Pacheco, o Tim, com três conquistas, em 2006, 2013 e 2014. Outros três atletas comemoram duas vezes – Ricardo Silva, em 2003 e 2005, Emerson Silva, em 2007 e 2008 e Yagê Araújo, em 2009 e 2012. O primeiro título ficou com Rodrigo Silva. Leonardo Oliveira foi o melhor em 2004.  Wesley Moraes faturo em 2010, Eduardo Motta em 2015, Luan Hanada em 2016 e Giovani Pontes entrou para a galeria no ano passado.

SUPERCAMPEÃO 2017

1 Giovani Pontes

2 Marcelinho do Tombo

3 Luan Hanada

4 Kias de Souza

5 Derek Matos

RANKING FINAL DE 2017

PRO-AM

1 Gustavo Ribeiro (Itanhaém) – 2.400

2 Giovani Pontes – 2.170 – campeão guarujaense

3 Nathan Kawani – 1.890

4 Gabriel André – 1.730

JÚNIOR (SUB18)

1 Giovani Pontes – 2.729

2 Alax Soares – 2.062

3 Pedro Pupo – 1.713

4 Vinicius Parra (Santos) – 1.620

MIRIM (SUB16)

1 Luan Hanada – 2.456

2 Pedro Pupo – 2.431

3 Caio Augusto – 1.997

4 Luiz Juquinha – 1.918

INICIANTE (SUB14)

1 Derek Matos – 2.810

2 Renan Nascimento – 2.160

3 Everton Freitas – 1.969

4 Lucca Cassemiro (São Sebastião) – 1.900

ESTREANTE (SUB12)

1 Everton Freitas – 2.285

2 Ryan Araújo – 2.195

3 Cauê Santiago – 2.195

4 Davi Reina (São Sebastião) 2.087

PETIT (SUB10)

1 Daniel Duarte (Bertioga) – 2.800

2 Ryan Coelho (São Sebastião) – 2.466

3 Ryan Araújo – 2.439 – campeão guarujaense

4 Enzo Emídio (Praia Grande) – 1.815

MASTER (35 ANOS EM DIANTE)

1 Kias de Souza – 2.331

2 Dárcio Dias – 2.185

3 Binho Hanada – 1.896

4 Jojó de Olivença - 1.716

FEMININA

1 Juliana Meneguel – 2.900

2 Melissa Policarpo – 2.629

3 Renata Panzenboeck – 1.843

4 Stephanie Frumento – 1.699

LONGBOARD (PRANCHÕES)

1 Marcelinho do Tombo – 2.241

2 Adriano Lima – 1.997

3 André Martins – 1.916

4 Leco Salazar (Santos) – 1.900

SUP SURF

1 Leco Salazar (Santos) – 3.000

2 Michel Jonas – 2.439 – campeão guarujaense

3 Luiz Diniz – 1.800

4 Leandro Alemão (São Sebastião) – 1.690

 

Comentários

Galerias | Mais Galerias