#meio ambiente 
por Circuito Surf Talentos Oceano 2018

Circuito de surfe dá exemplo em gestão socioambiental

Pensando no meio ambiente e em “se tornar a mudança que todos queremos ver no mundo”, além de dar o exemplo para a nova geração, é que o Circuito Surf Talentos Oceano, a partir da primeira etapa de 2018, está elaborando o seu próprio Sistema de Gestão Amb

Este é o primeiro Circuito de surfe com um SGA próprio, conduzido por um Profissional legalmente habilitado (Biólogo, Pós Graduado em Gestão, Perícia e Auditoria Ambiental), inclusive contemplando neutralização das emissões de Gases de Efeito Estufa através do Programa CarbonOk.

 Conforme o Biólogo Reinaldo Langer Jaeger, Responsável Técnico pela Gestão Socioambiental do Circuito, “o principal objetivo do SGA é identificar todos os impactos ambientais negativos e positivos que envolvem os eventos, e planejar ações de gestão para eles. A tendência com a melhoria contínua do SGA é que os impactos negativos sejam eliminados e/ou compensados, e os impactos positivos sejam potencializados. Além disso, o Circuito está se tornando uma grande ferramenta de conscientização e educação socioambiental para a população”.

 Além do Responsável Técnico, o Projeto Keep The Ocean Blue participa de forma efetiva no Circuito, desenvolvendo uma série de ações que são fundamentais para o SGA atingir os seus objetivos. O Projeto Keep The Ocean Blue é uma Ação de Responsabilidade Socioambiental da empresa Oceano Surfwear.

 Antes mesmo de iniciar o evento, a equipe Keep The Ocean Blue já chega à comunidade que recebe o evento para realizar uma atividade educacional com as crianças da escola local. A visita é formada por uma equipe contendo quatro atletas, um Vídeo-maker, um Biólogo e o Fotografo Marcio David (Idealizador das ações Nas Escolas). Conforme o Márcio, “o objetivo é sensibilizar e conscientizar as crianças para os problemas causados pelos resíduos sólidos (destaque para o plástico) presentes nas praias e nos oceanos, estimulando-as, por meio do esporte, a tomarem atitudes de preservação ambiental, através da ativação da percepção do impacto que a natureza vem sofrendo”.

 Durante o evento, o Circuito conta com Coleta Seletiva, copos ecologicamente corretos, camisetas produzidas com tecido de garrafa PET e estampa com tinta a base de água, ação de limpeza de praia, pesquisa sobre as características do lixo encontrado na praia, elaboração de documento técnico com sugestões socioambientais para a gestão dos resíduos sólidos na praia, exposições, incentivo à alimentação saudável, atividades físicas orientadas por profissionais habilitados, ações de preservação e recuperação de áreas de preservação permanente, ações de educação socioambiental e interação com instituições, projetos e movimentos locais.

 Além disso, para não contribuir com o Aquecimento Global, o Circuito Surf Talentos aderiu ao Programa CarbonOk, que é um programa de neutralização de emissões de Gases de Efeito Estufa, composto por uma equipe multidisciplinar especializada em mecanismos de desenvolvimento limpo e Mudanças Climáticas. São utilizadas metodologias internacionalmente reconhecidas e diretrizes recomendadas pela norma brasileira ABNT. Todos os trabalhos realizados são acompanhados pela Anotação de Responsabilidade Técnica (ART), emitida por profissionais legalmente habilitados.

 Está sendo realizado pelo Programa CarbonOk o Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa, que tem por objetivo quantificar as emissões de gases produzidos e que vão para a atmosfera. A partir deste valor se calcula quantas árvores serão necessárias plantar para neutralizar este impacto negativo. Os plantios são feitos com espécies arbóreas nativas da Mata Atlântica, buscando além da neutralização do CO² outras vantagens socioambientais associadas: alimentação e habitat para a fauna, presença de flores para os processos de polinização; recuperação de área degradada; controle de processos erosivos; além de aliar conceitos de paisagismo.

 Conforme o Promotor do Circuito, Frederico Leite, “o Circuito Surf Talentos cresceu muito com a ampliação das ações socioambientais, se estabelecendo como um evento que vai muito além de um simples campeonato de surfe, gerando muitas contribuições para a sociedade”.

 A patrocinadora Oceano Surfwear, por meio da Sabrina Eggert, confirma este ponto de vista e destaca a “fundamental importância de contar com os parceiros do Circuito e com apoiadores locais dos municípios em que os eventos são realizados, ajudando a oferecer uma ótima estrutura e premiação, além de uma grande variedade de atividades paralelas à competição”.

 A rede Mini Kalzone apresenta o Circuito, que além de contar com o patrocínio da Oceano Surfwear, também conta com a parceria da Dragon, Mormaii, Silverbay, Pro-Ilha Surfboards, Açaí Paradise e a Sibon Charters.

 As fotografias são do renomado Fotógrafo Marcio David, e mostram as ações das duas últimas etapas do Circuito, na Guarda do Embaú e em Balneário Camboriú.

Comentários

Galerias | Mais Galerias