#competição 
Santa Catarina - Brasil por João Carvalho / WSL

RDS Pro Junior decide títulos sul-americanos Sub-18 na Guarda do Embaú

Evento idealizado por Adriano de Souza para homenagear o surfista Ricardo dos Santos vai definir o campeão e a campeã Pro Junior da WSL South America neste fim de semana em Santa Catarina.

O futuro do surfe na América do Sul vai se apresentar neste fim de semana na paradisíaca Guarda do Embaú, em Palhoça, Santa Catarina. Mais de cinquenta surfistas e vinte meninas com até 18 anos de idade, já confirmaram participação no RDS Pro Junior, evento idealizado pelo campeão mundial Adriano de Souza com apoio de Yago Dora e Lucas Silveira para homenagear o surfista Ricardo dos Santos, assassinado em 2015 em frente à sua casa na Guarda do Embaú, por um policial militar já condenado pelo crime que tirou a vida de um dos melhores “tuberiders” do mundo. As eliminatórias começam na sexta-feira e no domingo serão decididos os títulos sul-americanos Pro Junior Sub-18 de 2017 da WSL South America.

Os campeões do ano passado foram definidos numa etapa igualmente única disputada no Peru. O paulista Weslley Dantas já estourou o limite de idade e não vai defender o título, mas a catarinense Tainá Hinckel, de apenas 14 anos de idade, pode conquistar o bicampeonato e até igualar um feito único da paraibana Diana Cristina, tricampeã em 2008, 2009 e 2010. Tainá mora na Guarda do Embaú, sempre foi incentivada pelo próprio Ricardo dos Santos a seguir carreira no esporte e vai competir em casa, onde aprendeu a surfar.

“Estou em um ano muito feliz”, disse Tainá Hinckel. “Eu competi na etapa do CT (Oi Rio Pro em Saquarema) pela primeira vez e também disputei as finais do Mundial da ISA no Japão. Então quero completar essa sequência com a classificação para o Mundial Pro Junior da WSL. Não será fácil, porque as outras meninas virão com força total, mas vou competir em casa, pois sou catarinense e já surfei muito na Guarda”.

Dezoito surfistas já estão confirmadas para disputar o título feminino no RDS Pro Junior em homenagem a Ricardo dos Santos. Entre as treze brasileiras, algumas das principais concorrentes de Tainá Hinckel são Yanca Costa, Luara Thompson, Carol Bonelli, Julia Camargo e Maju Freitas. Já as cinco inscritas de outros países são a peruana Sol Aguirre e as argentinas Abril Solis, Bianca Schipani, Catalina Mercere e Flavio Cianciarulo.

Os argentinos também formam o maior pelotão estrangeiro na categoria masculina com cinco participantes: José Gundesen é o principal nome, Andres Mondo Prados, Juan Cruz Ruggiero, Bautista de Abajo e Uriel Sposaro. O chileno Gustavo Dylan Dvorquez e o peruano Jhonny Guerrero, também confirmaram presença no RDS Pro Junior, para enfrentar os 45 brasileiros que já estão inscritos para competir na Guarda do Embaú.

Entre os jovens adolescentes, são vários surfistas com potencial para conquistar o título sul-americano Sub-18 da WSL South America no RDS Pro Junior. Nomes como o catarinense Mateus Herdy, os paulistas Samuel Pupo, Lucas Vicente, Daniel Adisaka, o cearense Cauã Costa, o gaúcho Gustavo Borges, o saquaremense João Chianca, o carioca Pedro Dib, o potiguar Mateus Sena, já conquistaram vitórias importantes nas categorias de base e podem ser apontados como fortes concorrentes ao troféu de melhor surfista Pro Junior da América do Sul.  

Além de definir os campeões da WSL South America, o RDS Pro Junior também vai definir a equipe sul-americana para disputar o título mundial no World Surf League Junior Championship 2017. Serão classificados os quatro primeiros colocados na categoria masculina e as duas finalistas da feminina. Este evento será disputado no início de janeiro de 2018 na Austrália.

Para mais informações, sigam as redes sociais do RDS Pro Junior nos endereços abaixo:

https://www.facebook.com/rdsprojunior/

https://www.instagram.com/rdsprojunior/ 

O RDS Pro Junior tem o patrocínio de Min13rinho, G8 Sports, HD, Estácio, AprimoreSurf, Yago Dora, Lucas Silveira e o apoio de Fecasurf, ASPG, Naipe e Guarda do Embaú. A competição será transmitida ao vivo pelo www.worldsurfleague.com

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE - A World Surf League (WSL), antes denominada Association of Surfing Professionals (ASP), tem como objetivo celebrar o melhor surf do mundo nas melhores ondas do mundo, através das melhores plataformas de audiência. A Liga Mundial de Surf, com sede em Santa Mônica, na Califórnia, atua em todo o globo terrestre, com escritórios regionais na Austrália, África, América do Norte, América do Sul, Havaí, Europa e Japão.

A WSL vem realizando os melhores campeonatos do mundo desde 1976, promovendo os eventos que definem os campeões mundiais masculino e feminino no Championship Tour, além do Big Wave Tour, Qualifying Series e das categorias Junior e Longboard, bem como o WSL Big Wave Awards. A Liga tem especial atenção para a rica herança do esporte, promovendo a progressão, inovação e desempenho nos mais altos níveis, para coroar os campeões de todas as divisões do Circuito Mundial.

Os principais campeonatos de surf do mundo são transmitidos ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo grátis WSL app. A WSL tem uma enorme legião de fãs apaixonados pelo surf em todo o mundo, que acompanham ao vivo as apresentações de grandes estrelas, como Tyler Wright, John John Florence, Paige Alms, Grant Baker, Phil Rajzman, Tory Gilkerson, Mick Fanning, Stephanie Gilmore, Kelly Slater, Carissa Moore, Gabriel Medina, Courtney Conlogue, entre outros, competindo no campo de jogo mais imprevisível e dinâmico entre todos os esportes no mundo.

Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com

-----------------------------------------------------------

João Carvalho – WSL South America Media Manager

(48) 999-882-986 – jcarvalho@worldsurfleague.com

 Assessoria de Imprensa do RDS Pro Junior:

Bruno Vicaria – BV Press Services

(11) 98196-3069 - press@brunovicaria.com

Fonte: http://wslsouthamerica.com/rds-pro-junior-decide-titulos-sul-americanos-sub-18-na-guarda-do-embau/

Comentários

Galerias | Mais Galerias