#competição #surf 
Saquarema - Rio de Janeiro - Brasil por João Carvalho – WSL

Oi Rio Pro é adiado para a quarta-feira em Saquarema

O swell já chegou em Saquarema, o mar entrou em transformação ainda na tarde da segunda-feira, mas as ondas de 6-8 pés estão muito mexidas e com o vento agindo negativamente na formação

O swell já chegou em Saquarema, o mar entrou em transformação ainda na tarde da segunda-feira, mas as ondas de 6-8 pés estão muito mexidas e com o vento agindo negativamente na formação para finalizar o Oi Rio Pro na terça-feira. O “day-off” foi anunciado logo na primeira chamada do dia e a próxima já marcada para as 7h00 da quarta-feira na “Capital Nacional do Surfe” da Região dos Lagos do Rio de Janeiro. Doze surfistas aguardam o retorno da competição para disputarem o título da etapa brasileira do World Surf League Championship Tour, que tem prazo até sábado para ser encerrada em Saquarema.

“Já estamos vendo que as ondas subiram hoje (terça-feira), mas a formação está muito mexida ainda por causa do vento, então preferimos aguardar mais um dia”, disse o vice-comissário da WSL, Travis Logie. “Estamos monitorando as previsões e tem muito swell para essa semana, mas precisamos lidar com esses ventos que não são bons aqui para Saquarema. Amanhã (quarta-feira) eles devem diminuir, então estaremos aqui novamente as 7h00 para avaliar as condições”.

Entre os doze concorrentes ao título do Oi Rio Pro, quatro são brasileiros. Adriano de Souza é o único que já está nas quartas de final, aguardando o vencedor do duelo entre Wiggolly Dantas e o australiano Joel Parkinson, que vai abrir a quinta fase e o próximo dia de competição na Praia de Itaúna. A bateria seguinte será 100% verde-amarela, com Gabriel Medina e Yago Dora disputando vaga para enfrentar o tricampeão mundial Mick Fanning na segunda quarta de final.

O terceiro confronto do próximo dia será entre o sul-africano Jordy Smith e o australiano Julian Wilson. E a última vaga para as quartas de final será disputada pelo australiano Matt Wilkinson e o norte-americano Kanoa Igarashi. O último dia da etapa brasileira apresentada por Corona e patrocinada pela Oi em Saquarema, pode mudar o líder na corrida pelo título mundial da temporada. O australiano Owen Wright e Jordy Smith conseguem tirar a lycra amarela do Jeep WSL Leader do havaiano John John Florence se chegarem nas semifinais do Oi Rio Pro.

O World Surf League Championship Tour tem patrocínio global do Jeep e Airbnb e a Oi como patrocinador “naming rights” da etapa brasileira apresentada por Corona. O Boticário e TNT Energy Drink são dois novos patrocinadores do Oi Rio Pro 2017, que é realizado com o importante apoio do Governo do Estado do Rio de Janeiro e viabilizado pela Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje), da Prefeitura Municipal de Saquarema, Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro (FESERJ) e Associação de Surf de Saquarema (ASS). A competição está sendo transmitida ao vivo pelo www.worldsurfleague.com

A OI E O ESPORTE – A companhia tem longo histórico de apoio ao esporte, com patrocínios a grandes eventos, equipes e atletas de diferentes modalidades como basquete, surfe e skate. O incentivo da Oi a projetos esportivos é estratégico, pois reconhece a importância do esporte como ferramenta de interação entre as pessoas e as cidades, seja através da sua prática, ou por meio de manifestações culturais como o grafite e a música. A empresa acredita que o esporte e o incentivo à cultura urbana potencializam conexões e amplia repertórios, aproximando pessoas de diferentes tribos, exercendo um importante papel no processo de desenvolvimento individual e social.

Em 2015 e 2016, a Oi patrocinou o Oi Rio Pro, a etapa brasileira do World Surf League Championship Tour (CT). Além disso, patrocina os surfistas brasileiros de destaque na WSL: Gabriel Medina, Ítalo Ferreira, Filipe Toledo, Silvana Lima e Adriano de Souza, o Mineirinho, além do surfista Davizinho, de 11 anos, atual campeão mundial de surfe adaptado. Recentemente, como parte do legado do patrocínio aos Jogos Cariocas de Verão de 2016, a Oi construiu pistas de skate em Manguinhos e São João da Barra e reformou o park de Campo Grande – aproveitando assim o grande potencial do esporte urbano para aproximar culturas e realidades, promovendo encontros e transformando espaços públicos.

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE – A World Surf League (WSL), antes denominada Association of Surfing Professionals (ASP), tem como objetivo celebrar o melhor surf do mundo nas melhores ondas do mundo, através das melhores plataformas de audiência. A Liga Mundial de Surf, com sede em Santa Mônica, na Califórnia, atua em todo o globo terrestre, com escritórios regionais na Austrália, África, América do Norte, América do Sul, Havaí, Europa e Japão.

A WSL vem realizando os melhores campeonatos do mundo desde 1976, promovendo os eventos que definem os campeões mundiais masculino e feminino no Championship Tour, além do Big Wave Tour, Qualifying Series e das categorias Junior e Longboard, bem como o WSL Big Wave Awards. A Liga tem especial atenção para a rica herança do esporte, promovendo a progressão, inovação e desempenho nos mais altos níveis.

Os principais campeonatos de surf do mundo são transmitidos ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo grátis WSL app. A WSL já possui uma enorme legião de fãs apaixonados em todo o planeta que acompanha as performances dos melhores surfistas do mundo, como Gabriel Medina, John John Florence, Adriano de Souza, Kelly Slater, Stephanie Gilmore, Greg Long, Makua Rothman, Carissa Moore, entre outros, competindo no mais imprevisível e dinâmico campo de jogo entre todos os esportes no mundo, que é o mar.

Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com

——————————————————————

João Carvalho – Assessoria de Imprensa do Oi Pro Rio

(48) 999-882-986 – jcarvalho@worldsurfleague.com

Assessoria de Imprensa da Oi – Adriana Castelo Branco:

(21) 988-999-146 – adriana.castelobranco@oi.net.br

——————————————————————

QUARTAS DE FINAL DO OI RIO PRO – 5.o lugar com 5.200 pontos e US$ 16.500 de prêmio:

1.a: Adriano de Souza (BRA) x vencedor da 1.a bateria da Quinta Fase

2.a: Mick Fanning (AUS) x vencedor da 2.a bateria da Quinta Fase

3.a: Adrian Buchan (AUS) x vencedor da 3.a bateria da Quinta Fase

4.a: Owen Wright (AUS) x vencedor da 4.a bateria da Quinta Fase

QUINTA FASE – Vitória=Quartas de Final e Derrota=9.o lugar com 4.000 pontos e US$ 13.700:

1.a: Joel Parkinson (AUS) x Wiggolly Dantas (BRA)

2.a: Gabriel Medina (BRA) x Yago Dora (BRA)

3.a: Jordy Smith (AFR) x Julian Wilson (AUS)

4.a: Matt Wilkinson (AUS) x Kanoa Igarashi (EUA)

QUARTA FASE NO DOMINGO – Vitória=Quartas de Final / 2.o e 3.o=Quinta Fase:

1.a: 1-Adriano de Souza (BRA)=17.27, 2-Wiggolly Dantas (BRA)=16.54, 3-Gabriel Medina (BRA)=16.53

2.a: 1-Mick Fanning (AUS)=17.50, 2-Yago Dora (BRA)=15.13, 3-Joel Parkinson (AUS)=12.54

3.a: 1-Adrian Buchan (AUS)=15.67, 2-Jordy Smith (AFR)=15.24, 3-Matt Wilkinson (AUS)=12.66

4.a: 1-Owen Wright (AUS)=17.23, 2-Kanoa Igarashi (EUA)=16.83, 3-Julian Wilson (AUS)=15.94

Comentários

Galerias | Mais Galerias