#tubarões #política #animais #ataques 

Surfistas da Austrália Pedem Abate Parcial de Tubarões

AAP

Um grupo de surfistas no norte de Nova Gales do Sul pedem um abate de tubarão provocou uma resposta irritada de de um grupo que defende os direitos dos animais.

Esta reinvindicação veio quando quase 200 moradores, incluindo o prefeito de Ballina, comerciantes locais, surfistas, pescadores e a polícia, se reuniram no início da semana em Lennox Head para discutir a onda de ataques de tubarão e avistamentos pelos surfistas da região. Muitos querem o abate.

Entretanto, um abate parcial de tubarões, o grupo comunitário "Nenhum Abate de Tubarão em NSW" disse que é 'inaceitável abater animais que estão ameaçados de extinção'. 'Não temos que escolher entre a segurança pública e a proteção à vida marinha, podemos facilmente fazer as duas coisas", disse o grupo de direitos de animais em uma declaração. O prefeito de Ballina Shire, David Wright, disse que o recente pico de avistamentos de tubarões e ataques manteve as pessoas fora da água e longe do destino de férias. Helicópteros patrulhas avistaram vários tubarões na última quinzena, a cerca de 50 metros de surfistas, depois que três ataques de tubarão graves a residentes da região.

Evans Craig Ison foi derrubado de sua prancha e atacado por um grande tubarão branco quando entrava no mar para surfar de manhã cedo em 31 de julho. Algumas semanas antes, o bodyboarder Matthew Lee foi atacado por um tubarão na Praia do Farol de Ballina, sofrendo ferimentos graves nas pernas inferiores. Em fevereiro, um grande tubarão branco arrancou as pernas de um surfista de 41 anos de idade, Tadashi Nakahara em um ataque fatal na vizinha Shelly Beach.

'Um monte de pessoas têm roupas de neoprene secas penduradas em casa ", disse o Prefeito Wright à AAP. 'No domingo fez um dia bonito, mas poucas pessoas estavam lá fora para surfar.' falou o Prefeito Wright, que não apoia um abate de tubarões, mas diz que uma solução de curto prazo deve ser encontrada. 'Eu peço aos surfistas para que escrevam para o Departamento de Indústrias Primárias para pedir uma solução de curto prazo ", ele disse.

A ONG No NSW Shark Cull disse que as pessoas entram na água pelo seu próprio risco."Se pessoas escolhem recrear no oceano sabem muito bem os riscos associados a isso, é moralmente errado para nós em seguida, matar estes animais selvagens quando eles confundem as pessoas com a sua alimentação natural".

O surfista e salva-vidas Peter Morrison diz que a onda de avistamentos de tubarões e dos recentes ataques e o manteve fora da água. 'É o volume e a intensidade da atividade de tubarões', ele disse. 'Você vê um incidente com tubarão por ano, talvez dois, mas não neste nível.'

O Sr. Morrison disse que não voltou para a água desde que fez um surf em Broken Head há duas semanas. 'Eu sempre fui contra o abate e eu ainda acredito que tem que haver uma maneira científica que os tubarões podem ser afastados, mas por agora não parece haver nenhuma outra opção", disse ele.

Fonte: Sky News Australia

Comentários

Galerias | Mais Galerias