#wlt #longboard #competições 
Peru

Rodrigo Sphaier conquista bicampeonato inédito no Mundial de Huanchaco

João Carvalho

O brasileiro Rodrigo Sphaier conseguiu um feito inédito no IV Campeonato Mundial de Longboard de Huanchaco – Copa Cerveza Pilsen Trujillo no Peru

O surfista de Saquarema derrotou o carioca Phil Rajzman na igualmente inédita final verde-amarela, para se tornar o primeiro bicampeão do evento que ele foi o primeiro vencedor, em 2010. Os dois surfaram as melhores ondas do sábado decisivo na Playa El Elio, em Huanchaco, no distrito de Trujillo, norte do Peru. O resultado também definiu as duas vagas da ASP South America para disputar o título mundial da ASP nos pranchões.

A já tradicional etapa peruana em Huanchaco é a única com nível máximo 6 estrelas da temporada 2013 no mundo, atraindo competidores de países de outros continentes na competição classificatória apenas para os longboarders da América do Sul. O norte-americano Tony Silvagni foi o único que se classificou para enfrentar os brasileiros nas quartas de final que abriram o sábado na Playa El Elio. Ele ainda passou pela revelação do campeonato, Yan Guimarães, saquaremense como o bicampeão Rodrigo Sphaier, mas perdeu para Phil Rajzman nas semifinais.

O carioca que já tem um título mundial no currículo e no ano passado conquistou o seu primeiro caneco de campeão brasileiro, fez o maior placar do Mundial de Huanchaco este ano, 18,03 pontos. Também nas boas ondas do sábado, combinando as manobras mais radicais com as tradicionais no bico do pranchão, o saquaremense Rodrigo Sphaier fez grandes apresentações, atingindo 17,47 e 16,80 pontos nas suas duas melhores baterias.

A maior nota dada pelos juízes foi a 9,10 recebida por Rodrigo Sphaier. Nesta lista, a ordem ficou invertida, com Phil Rajzman ficando com a segunda e a terceira maior nota do campeonato, 9,03 e 9,00. No sábado, Sphaier começou o dia derrotando Jaime Viudes na primeira quarta de final, depois passou por Rodrigo Sousa, que dividiu o terceiro lugar no IV Campeonato Mundial de Longboard de Huanchaco com Tony Silvagni.

O vice-campeão Phil Rajzman ganhou o duelo carioca com Marcelo Freitas nas quartas de final, antes de barrar o único não brasileiro que passou para o último dia no Peru. Mas, Rodrigo Sphaier pegou as melhores ondas que entraram na bateria decisiva e ficou com o prêmio de 8.000 dólares da vitória. Rajzman recebeu 3.500 dólares pelo segundo lugar e os terceiros colocados, Tony Silvagni e Rodrigo Sousa, levaram 2.250 dólares cada um.

FINAL BRASILEIRA – Esta foi a primeira final 100% brasileira na história do Mundial de Longboard em Huanchaco. Isto porque o peruano Piccolo Clemente esteve em todas nas outras três edições, mas neste ano ficou em nono lugar. Ele foi vice-campeão na decisão de 2010 contra Rodrigo Sphaier, ganhou o título de 2011 contra Danilo Rodrigo, mas voltou a perder para um brasileiro de Saquarema no ano passado, Jeferson da Silva.

RESULTADO DO IV CAMPEONATO MUNDIAL DE LONGBOARD – COPA CERVEZA PILSEN TRUJILLO:

Campeão: Rodrigo Sphaier (BRA) – US$ 8.000 e 3.500 pontos

Vice-campeão: Phil Rajzman (BRA) – US$ 3.500 e 2.640 pontos

3.o lugar: Tony Silvagni (EUA) – US$ 2.250 e 2.080 pontos

3.o: Rodrigo Sousa (BRA) – US$ 2.250 e 2.080 pontos

5.o: Jaime Viudes (BRA) – US$ 1.500 e 1.560 pontos

5.o: Halley Batista (BRA) – US$ 1.500 e 1.560 pontos

5.o: Marcelo Freitas (BRA) – US$ 1.500 e 1.560 pontos

5.o: Yan Guimarães (BRA) – US$ 1.500 e 1.560 pontos

9.o: Piccolo Clemente (PER) – US$ 1.100 e 920 pontos

9.o: Jeferson da Silva (BRA) – US$ 1.100 e 920 pontos

9.o: Matheus Cunha (BRA) – US$ 1.100 e 920 pontos

9.o: Emilien Fleury (FRA) – US$ 1.100 e 920 pontos

13.o: Jefson Silva (BRA) – US$ 900 e 800 pontos

13.o: Geraldo Lemos (BRA) – US$ 900 e 800 pontos

13.o: Wenderson Biludo (BRA) – US$ 900 e 800 pontos

13.o: Felipe Lacerda (BRA) – US$ 900 e 800 pontos

Comentários

Galerias | Mais Galerias