#notícias 
Sinaloa - México

Presos Suspeitos de Assassinar Surfistas no México

BBC

A polícia no México dizem ter detido três homens pelo assassinato de dois surfistas australianos. Os três pertencem a uma gangue criminosa no estado de Sinaloa, informou a polícia.

Eles confessaram ter matado os dois turistas quando eles reagiram a uma tentativa de assalto. Legistas estão realizando testes de DNA para confirmar a identidade dos dois corpos carbonizados encontrados na van queimada dos australianos. Dois outros homens que participaram dos assassinatos ainda estão foragidos, disseram os promotores.

Os três homens detidos foram identificados como Julio Cesar Muniz, acusado de liderar uma quadrilha de tráfico de drogas local, Martin Rogelio Munoz e Sergio Simon Benitez. Eles disseram que baleraram dois turistas estrangeiros e incendiaram os corpos e a van.

Adam Coleman e Dean Lucas, ambos de 33 anos, foram vistos pela última vez vivos na noite de 20 de Novembro, na cidade de Topolobampo. O veículo foi encontrado queimado em uma estrada em Sinaloa no mês passado era a van branca canadense que pertencia ao Sr. Coleman, segundo Marco Antonio Higuera, Procurador de Sinaloa.

Eles estavam vivendo em Edmonton, no Canadá e tinham dirigido até o México para uma viagem de surf. O estado de Sinaloa tem sido assolado pela violência nas últimas décadas, em grande parte ligados a cartéis de drogas que lutam para controlar o comércio de drogas ilegais da América do Sul para os Estados Unidos.

Fonte: BBC

Comentários

Galerias | Mais Galerias