#bodysurf #surf #videos 
Maceió - Alagoas - Brasil

O elo perdido do surf, bodyboard e bodysurf

Letícia Parada

Alberto Mariano fala sobre o handsurf de Alagoas

Alberto Mariano é um dos pioneiros do handsurf de Alagoas, modalidade em que o handsurfer tem como objetivo realizar manobras radicais de três esportes: surf, bodyboard e bodysurf. Dentre as manobras mais comuns do handsurf de Alagoas encontram-se aéreo, batida, cutback, el rollo, floater, parafuso, rasgada. Praticante do handsurf de Alagoas há mais de 32 anos, Mariano foi campeão Alagoano de handsurf em todas as categorias que disputou (mirim, júnior e open). Ícone na modalidade, teve como maior influência Ricardo Márcio, o "Índio", que era um atleta imbatível nos campeonatos de handsurf.

Além de se dedicar com afinco dentro d'água, Mariano viajou para diversas praias do Brasil a fim de demonstrar e expandir o handsurf de Alagoas para outros lugares. Experiente árbitro de surf formado pela ISA (International Surfing Association) e pela CBS (Confederação Brasileira de Surf), Alberto Mariano atuou em diversos campeonatos nacional e internacionais de surf. E em 2016, Mariano foi convidado para assumir o cargo de diretor técnico do Handsurf Clube, onde criou o livro de regras do clube, que atualmente é referência nos eventos competitivos de handsurf.

Nessa entrevista, Alberto Mariano conta como o handsurf de Alagoas surgiu e como se desenvolveu ao longo dos anos, o que torna essa modalidade tão diferente do bodysurf e do handsurf tradicional e quais as expectativas para o futuro desse esporte. Atualmente Mariano reside na Itália, onde já fez contato com bodysurfers locais e se colocou à disposição para ajudar a alavancar o esporte no que for possível. O fato é que o handsurf de Alagoas é uma modalidade radical e hoje está no topo, ganhando novos praticantes ao redor do mundo a cada dia.

Comentários

Galerias | Mais Galerias