#picos #surf 
Indonésia por Dennis Galvão

Indonésia 2016 por Dennis Galvão

Esse ano tive a oportunidade de embarcar para minha sexta temporada no arquipélago onde passei 4 meses vivendo um sonho e dividindo ondas clássicas com meus melhores amigos.

Surfamos ondas ao redor de Bali, Lombok e Java.Foram vários momentos especiais e que serão guardados na memória para todo sempre, mas gostaria de destacar dois momentos inesqueciveis.

Padang Padang, a onda mais desejada do arquipélago quebrando clássico com ondas de 6 a 7 pés na série, quem já foi a ilha sabe que é praticamente impossível sobrar alguma quando o mar está nessas condições, os locais vão e voltam em todas as da série, não dando tempo e nem chance alguma para o restante dos fissurados que ficam babando admirando o show, e sempre na esperança de sobrar alguma...Mas esse dia, pra nossa alegria, todos eles estavam em um capeonato em outra onde clássica da Indo (Supers Sucks) e tivemos um dia inteirinho de Padang Padang só pra nós!!!! Parecia que tinha voltado no tempo, como retratado nas páginas dos livros de Fred D’Orey, onde descreve sessions em Padang Padang na década de 70, antes mesmo de eu me conhecer como gente...hahah

Outro dia inesquecível, e esse sim foi melhor do que qualquer Padang Padang, foi em umas das trips que fizemos para Desert Point, não sei se vou conseguir expressar tamanha felicidade, afinal, estava lá, na minha humilde opnião na melhor onda do mundo, 5, 6 pés de onda!!! filme de surf!!! Perfeito!!!

A maré estava secando então resolvi entrar para garantir a primeira da série com a maré seca, lá estou eu esperando a onda da vida, o que não esperava é que de repente o mar mudaria de tamanho tão drasticamente, e então veio a onda da minha vida! 10 pés sólidos! Horizonte sumio!  Remei pela vida, mas não adiantou, primeira onda na cabeça, segunda também...3ª, 4ª, e a última poucos metros antes de ser arremessado para o Grower (parte da bancada onde a onda dobra de tamanho) fui arremessado na bancada, onde consegui me recuperar...

Todo surfista já passou por isso, seja na Indónesia, Hawai ou Maresias, as vezes traumatiza, as vezes saimos mais fortes do que entramos, as vezes da medo, e as vezes rimos também. Pra mim, foi medo! Pânico! Desespero! E enteguei nas mãos de Deus...Sai da água arrazado, sem ar, fraco, quase desmaiado! e ao mesmo tempo aliviado por Deus ter me livrado dessa...

No mesmo dia retornamos para centro de Lombok, onde pude ligar para as pessoas que amo e dizer quanto são importantes, e quando estou falando com minha namorada, então outra onda de 10 pés, mas essa foi tubo e sai na baforada!!! Recebi a noticia que vou ser Papai!!! E o batizado da criança já tem data e local!!! Desert Point!!!

Grato ao Surfguru com a publicação dessa matéria como agradecimento a marca BAGUS INK a qual me apoia como Free Surfer e principalmente a minha namorada Jhéssica Vieira e minha filha Sofia.

Comentários

Galerias | Mais Galerias