#competição 
Nova Caledônia por Redação Surfguru

Brasil domina no Mundial de Kitesurf

A grande final do Mundial de Kitesurf aconteceu neste último domingo (18), na Nova Caledônia, há mais de 15.000 quilômetros do Brasil – distância que não impediu a festa tupiniquim no pódio.

Favoritos ao título em suas respectivas categorias, a paulista Bruna Kajiya, de Ilha Bela, e o cearense Carlos Mario Neto venceram a etapa final da competição e confirmaram o domínio brasileiro no cenário mundial do kitesurf em 2016.

Este foi o segundo título mundial de Bruna Kajiya, que já tem “familiaridade” com a Nova Caledônia, mesmo local da primeira conquista, em 2009. Sete anos depois, e 100% recuperada de uma cirurgia no joelho que a incomodou nas últimas temporadas, Bruna volta ao topo do pódio.

“Ser bicampeã é um sonho conquistado! O primeiro mundial que ganhei foi um sonho que sempre persegui, mas depois tive uma lesão no joelho. Então, voltar ao topo e ser a melhor do mundo virou outro sonho. Trabalhar tanto para chegar onde estou agora, ver tudo encaixando e dando certo é uma das melhores sensações do mundo. Estou muito feliz!”, comentou Bruna.

Depois de excelentes resultados nas cinco etapas disputadas ao longo do ano, em países como Alemanha e República Dominicana, a última parada serviu como uma verdadeira coroação da excelente campanha que a brasileira realizou em 2016. Com um arsenal de manobras de altíssima dificuldade técnica, ela venceu Annabel Van Westerop, de Aruba, e Hannah Whiteley, do Reino Unido, que ficou em terceiro lugar na etapa final, mas encerrou a competição como vice-campeã.

Entre os homens, o cearense Carlos Mario, mais conhecido como Bebê, também dominou a etapa, deixando pra trás o holandês Youri Zoon e o também brasileiro Set Teixeira, que terminou em terceiro lugar.

Falamos com o atleta cearense patrocinado pela Pena Set Teixeira, que deixou seu depoimento após a excelente 3a colocação no mundial:

"Foram 6 dias de competição em um lugar muito lindo e bom para o kite, alguns dias de bons ventos e outros fracos, o pico era flat, um grande público se fez presente e organização do evento foi muito boa. Fui bem focado e preparado e consegui avançar grandes baterias e chegar até o pódio com o 3º lugar na etapa e assim garantido a 7a posição no final do circuito! Próximo ano terá mais etapas e continuarei correndo atrás dos meus objetivos!" Finalizou Set.

O Aircalin Kitesurf Pro foi cheio de adrenalina e fortes emoções. Com a conclusão das finais dos homens e das mulheres os grandes campeões foram coroados.

Na final feminina Bruna Kajiya começou muito forte com manobras técnicas como um 315, Heart Attack e KGB. Bruna não deu chances para suas adversárias que acabaram por disputar o segundo lugar. Annabel Van Westerop de Aruba fez uma bela bateria ficou em segundo com Hannah Whiteley em 3º e Paula Novotna em 4o.

Bruna mostrou muito mais estilo e agressividade em suas manobras e garantiu o título.

A final masculina foi um festival de double handle passes, com os homens mostrando um nível jamais visto antes. Todos os atletas foram para os 317’s e Backside 7’s, mas foi o brasileiro Carlos Mario que mostrou que é o cara a ser batido. Ele veio determinado e acertou Heart Attack 7, Hinterberger 9, Slim 9, KGB7 e o primeiro 3110 executado em uma competição. Youri Zoon fez uma bela final com manobras incríveis como um limpo Slim 7 e Backside 317 ficando na 2ª posição. Set Teixeira do Brasil mostrou que esta entre os tops do mundo e fez uma bela final pousando 317, KGB7 e Heart Attack 5, o cearense finalizou na terceira colocação. Marc Jacobs, da Nova Zelândia, velejou bem, mas não teve a mesma performance dos demais finalizando em quarto seguido de Alex Pastor e David Tonijuan da Espanha.

Parabéns a Carlos Mario e Bruna Kajiya nossos heróis brasileiros!

Resultados Finais: 

Masculino

1º – Carlos Mario (Slingshot – BRA)

2º – Youri Zoon (Slingshot – HOL)

3º – Set Teixeira (F-One – BRA)

4º – Marc Jacobs (Switch – NZL)

5º – Alex Pastor (Airush – ESP)

6º – David Tonijuan (F-One – ESP)

Feminino

1º – Bruna Kajiya (Airush – BRA)

2º – Annabel Van Westerop (Core – ARU)

3º – Hannah Whiteley (Best – ING)

4º – Paula Novotona  (North – CZE)

Fontes: WKL, Notícias do mar e GoKite

Comentários

Galerias | Mais Galerias