Lauro de Freitas - Bahia - Brasil por Redação Surfguru

REMADA PROTESTO PELA REVITALIZAÇÃO DO RIO SAPATO

Por Coletivo do bem

Fotos por Marta Sorensen 

Imagens registradas em fotos, onde o odor pútrido não aparece, nos fazem ver a beleza desperdiçada em não se tornar esse longo, calmo e convidativo rio em uma fonte de águas limpas e em condições plenas de utilização para banhistas e remadores. A falta de visão dos gestores gera prejuízos para a natureza e também para os cofres do município e empresariado local, que poderia ter no Rio Sapato mais um apelo turístico para se somar as paradisíacas praias que possui. 

Saindo do Centro Pan-americano de Judô e encerrando nas proximidades do Villas Tenis Clube, no trajeto, além da enorme quantidade de lixo, foram detectados diversos pontos de esgoto clandestino despejados no rio e identificado um canal de esgoto oficializado pela prefeitura na gestão passada que, sem tratamento, contamina as águas. As obras de canalização do esgoto da Lagoa da Base se constituirá numa fonte extra e bastante volumosa de poluição para se somar ao dano atual do rio, já se encontra adiantada e não é possível saber o local onde se pretende construir a estação de tratamento, exigida para esse tipo de obra. Mais uma vez reforçamos que entendemos a importância para a comunidade de que a atitude seja tomada, lutamos pelo saneamento e regularização em todos os bairros, assim como punições para quem prejudica o rio, sem exceções, apenas há esse destaque, pois essa é uma obra em andamento e com grande impacto ambiental, que precisa ser barrada até que os encaminhamentos corretos sejam tomados. Pensamos e lutamos por todos os munícipes, independente de localidade, que no longo prazo, pagarão pela solução atropelada e irresponsável que estão dando ao assunto. Será um desastre que não causará apenas a morte do rio Sapato, mas também o fim das praias, fonte de lazer e renda de milhares de pessoas.

Agradecemos a todos os presentes por doarem sua manhã de domingo para dar força e visibilidade ao ato e em especial à aqueles que, pela vontade de gritar ao mundo o absurdo que está ocorrendo, meteram a prancha na água e enfrentaram uma remada árdua, fétida, entre lixos, esgotos e a tristeza profunda, que os amantes da natureza sentem quando presenciam os horrores de que o ser humano, essa espécie dotada de racionalidade, é capaz pela ganância desenfreada. Agradecemos pelos brinquedos doados, que farão crianças sorrirem; aos profissionais liberais e a todas as empresas e associações apoiadoras que tornaram nosso evento possível, a citar, APS, ASPI, ABLM, REMCA, AMOVA, ONE LOVE FOR KIDS, GLOBAL GARBAGE, EVOLUA , MARTA SORENSEN FOTOGRAFIA, UNICLUBES, NORTSERV e M&A. Agradecimento especial à CHILLI BEANS por patrocinar as camisetas e dar identidade ao evento.

Esse foi o primeiro manifesto, e não nos bastaremos nele. Toda a aproximação é bem vinda; nesse coletivo não há lideres, há a ação de anônimos, que só saem na foto porque há uma necessidade de marcar o acontecimento, mas que não buscam flashes e nem créditos. Estaremos agindo onde se fizer necessário; incomodando o errado, buscando mudanças de realidades tristes; sempre de forma ordenada, discordando de vandalismos, extremismos e hostilidade gratuita. Somos ativistas; apartidários e pacifistas. Em tempo, se não deu para você comparecer, porque as ondas estavam bombando e a praia linda, teria valido o esforço; é justamente para que possamos continuar usufruindo desse paraíso no futuro, que você precisa realizar um esforço mínimo na atualidade. Reflita, se você tem se empenhado o suficiente para mudar as coisas que lhe incomodam. É sempre tempo, esperamos você no próximo.

Comentários

Notícias | Mais Notícias